Marcos Mion comanda A Fazenda 10
Marcos Mion comandou A Fazenda 10 (Divulgação/Record)

2018 foi um ano bastante feliz e movimentado para vários artistas que fazem a televisão brasileira. Alguns deles experimentaram importantes reinvenções em sua carreira. Outros despontaram para novos desafios. E há ainda aqueles que se consolidaram ainda mais em suas respectivas áreas de atuação.

Logo no início do ano, a grata surpresa foi o retorno de Regina Volpato à televisão. A apresentadora, querida pelo público em razão de sua saudosa passagem pelo Casos de Família, do SBT, foi chamada pela Gazeta para cobrir as férias de Cátia Fonseca no tradicional Mulheres. E o que seria apenas temporário se tornou definitivo: Cátia se transferiu para a Band e Regina conquistou a vaga de vez. Sob seu comando, o Mulheres ganhou pautas mais contemporâneas, mas sem perder de vista seu público tradicional. Foi um grande acerto!

Leia também: #TBTdaTelevisão: as tardes da Globo que não voltam mais

Quem também levantou um formato que parecia esgotado foi Marcos Mion. O apresentador recuperou o interesse do público pelo reality show A Fazenda, da RecordTV. Foi um feliz caso em que tanto o apresentador ajudou o programa quanto o contrário. Marcos Mion havia perdido seu Legendários e estava sem grandes perspectivas na TV aberta. Mas seu bom desempenho na atração o colocou de volta aos holofotes.

Casal simpatia

O casal de atores Taís Araújo e Lázaro Ramos conquistou vários espaços na TV em 2018. No primeiro semestre, encerraram a série Mister Brau, uma das comédias mais inteligentes já feitas na Globo. Em seguida, partiram para a função de animadores de auditório. Ela imprimiu mais humanidade ao PopStar, enquanto ele se mostrou versátil no bom, porém injustiçado, Os Melhores Anos das Nossas Vidas.

Encontros e despedidas

Depois de anos apagado comandando um programa insosso, Gugu Liberato recuperou o viço no comando de formatos na RecordTV. Sob seu comando, Power Couple ganhou mais vida e dinamismo, apesar de algumas mudanças nas regras que prejudicaram a atração. E o novo formato Canta Comigo funcionou muito bem liderado por ele. Fazia tempo que Gugu não dominava o palco como em 2018.

Leia também: Anitta é destaque em Retrospectiva e Jornal da Globo e internautas comemoram

Enquanto Gugu se encontrou na Record, Fabio Porchat terminou o ano se despedindo. Mas sai por cima. Seu Programa do Porchat teve a melhor temporada desde sua estreia, com um apresentador mais maduro e pautas mais divertidas e inventivas. Sua série de entrevistas sobre os 65 anos da emissora foi uma das melhores ideias que o canal teve neste ano. A Record perde um de seus melhores nomes, infelizmente.

Grandes atuações

Num ano de novelas fracas, bons atores se destacaram. Deborah Secco, como Karola, e Adriana Esteves, como Laureta, foram grandes trunfos da irregular Segundo Sol. Adriana, aliás, teve um ano e tanto, já que também roubou a cena na série Assédio, do GloboPlay, onde vive uma das vítimas do médico Roger Sadalla (Antonio Calloni).

Quem também deu a volta por cima em 2018 foi a dupla Edson Celulari e Juliana Paiva. Os dois não tiveram grande destaque em A Força do Querer, no ano passado. Mas ressurgiram em O Tempo Não Para fazendo uma ótima dobradinha. Se a trama das sete anda meio perdida em termos de enredo, ao menos está bem servida de ótimos atores.

Se as novelas não renderam tanto, as séries cumpriram bem suas missões. Deborah Bloch, Patrícia Pillar, Fabio Assunção, Jesuíta Barbosa e Alexandre Nero, entre muitos outros, fizeram de Onde Nascem os Fortes uma das melhores produções do ano. Marjorie Estiano e Julio Andrade entregaram mais uma excelente temporada de Sob Pressão, que contou ainda com uma Fernanda Torres como nunca se viu. E Rodrigo Lombardi esteve em seu momento mais maduro na TV em Carcereiros.

Quem promete

O ano de 2018 chega ao fim com o anúncio de que Fernanda Gentil migrará para o entretenimento da Globo no ano que vem. Em sua passagem pelo esporte, a jornalista mostrou traquejo, simpatia e muito jogo de cintura no ao vivo. Se tiver um bom formato em mãos, deve ser um dos destaques do ano que vem. A conferir.

Leia também: Silvio Santos, Datena, Mara Maravilha: quem não se deu bem na TV em 2018

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Conheça nosso canal no YouTube