Xuxa no Dancing Brasil
Xuxa no Dancing Brasil (Divulgação/ Record TV)

Pérola Faria, merecidamente, sagrou-se a vencedora da quarta temporada do Dancing Brasil, competição de dança da RecordTV. A atriz disputou a final com o jogador Amaral, o ator Allan Souza Lima e a cantora Lu Andrade, e levou a melhor. Allan também despontou como favorito, mas Pérola acabou superando o colega na noite derradeira. Assim, chegou ao fim mais uma boa temporada do programa, que se firma como um dos melhores da emissora.

Além de ser um sopro de alegria e vitalidade em meio aos auditórios chorosos da RecordTV, o Dancing Brasil também teve como trunfo tirar a apresentadora Xuxa Meneghel de sua zona de conforto. E isso desde o ano passado, quando ela surpreendeu ao aceitar comandar um formato pronto, que não leva seu nome no título e que não é sobre ela. No Dancing, Xuxa é mestre de cerimônias. As estrelas são os competidores e a dança em si. Ela está ali apenas para organizar o jogo.

Leia também: Pérola Faria se destaca por técnica e vence a quarta temporada de Dancing Brasil

Mas, por mais paradoxal que possa parecer, foi este papel coadjuvante que devolveu a posição de estrela à Xuxa. Em meio a um formato redondo, a apresentadora pôde relaxar e ficar mais à vontade. Mesmo com o excesso de texto que caracteriza a atração, ela conseguiu deixar sua marca. E, ao não ter os holofotes para si o tempo inteiro, ela se permitiu aparecer sem filtros. Com isso, adquiriu maturidade e traquejo. Apagou a má impressão deixada pelo Programa Xuxa Meneghel.

Xuxa merece novos desafios

Reconhecendo a importância do Dancing Brasil neste momento da carreira de Xuxa, é necessário reconhecer também que o formato merece descanso. Foram quatro temporadas em dois anos. Temporadas divertidas e muito bem-resolvidas, é verdade, mas ainda assim foram muitas. Sendo assim, agora é o momento para Xuxa mostrar que pode fazer mais coisas.

Por isso mesmo, é bastante positiva a decisão da RecordTV de programar apenas uma temporada para o Dancing Brasil em 2019. O formato terá o tempo necessário para despertar a saudade do público. E, enquanto isso, Xuxa comandará outro programa, desta vez uma competição musical. A versão nacional do The Four será apresentada pela loira no primeiro semestre do próximo ano.

Agora que alcançou uma maturidade interessante à frente do Dancing Brasil, Xuxa terá a chance de reafirmar o traquejo adquirido numa nova função. Isso é extremamente positivo para a carreira da apresentadora, pois a permitirá seguir experimentando. Com isso, Xuxa vem mostrando que aprendeu com seus erros passados e, ainda, se coloca como uma artista que veste a camisa, jogando a favor da emissora onde trabalha. Ela desceu do pedestal para garantir sua permanência na telinha. E vem se saindo bem.

Leia também: Multishow exibe “episódios perdidos” de Chapolin e agrada o público

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.