Franklin David e Ligia Mendes, apresentadores do Tricotando
Franklin David e Lígia Mendes, apresentadores do Tricotando (Reprodução/Rede TV!)

Estreia da noite de ontem (08) da RedeTV!, o programa Tricotando é mais uma aposta da emissora na tentativa de alavancar seu fim de tarde. Trata-se de mais um programa de fofocas, baseado em “debates” sobre a vida das celebridades. No entanto, o programa de Lígia Mendes e Franklin David já nasceu com cara de “mais do mesmo”. Isso porque ele repete basicamente os mesmos assuntos já explorados em A Tarde É Sua e TV Fama, dois dos principais programas da emissora.

O Tricotando reforça a ideia da emissora de ser uma espécie de canal E! brasileiro, com muitos programas sobre celebridades. E o canal nunca escondeu tal vocação, já tendo exibido várias atrações sobre o tema em todo o seu tempo de existência. O TV Fama, programa que levou a fofoca ao horário nobre da TV aberta, até mesmo se inspira no E! em seus grafismos. Sonia Abrão e Nelson Rubens, dois expoentes do jornalismo de TV e famosos, são duas de suas principais estrelas.

Leia também: Estreia do Tricotando, novo programa de fofocas da Rede TV!, repercute na web

Mas, para fazer valer tal planejamento, a emissora devia tomar o cuidado para não se repetir. Se a ideia é ter vários programas de celebridades, cada um deles devia seguir um caminho diferente. E isso não acontece. Tricotando segue caminho semelhante à da Roda da Fofoca do A Tarde É Sua, com pautas sendo discutidas ao vivo pelos apresentadores. Além disso, os vídeos das redes sociais exibidos são também mostrados no TV Fama. Deste modo, não faz muito sentido criar uma atração nova para exibir o mesmo conteúdo de sempre.

Diferenças

Para se destacar, o Tricotando precisa focar em pontos que o diferencia dos demais. Um deles é sua dupla de apresentadores, que é boa. Lígia e Franklin funcionam juntos e podem render quando estiverem mais à vontade em cena.

Outro diferencial são os colunistas, com as participações de Ricardo Feltrin e a sensitiva Márcia Fernandes. Tricotando poderia reforçar o time, trazendo mais especialistas para uma visão mais plural de sua matéria-prima, que é a fofoca. É possível melhorar. Mas, por enquanto, Tricotando trouxe nada de novo à programação da RedeTV!.

Tricotando é mais uma uma aposta da RedeTV! às 18h

Com a estreia de Tricotando, a RedeTV! segue na luta em busca de um bom produto capaz de alavancar seu horário nobre. A busca começou em 2016, quando o RedeTV News e o TV Fama tiveram seus horários de exibição invertidos. Com a mudança, o jornal atualmente apresentado por Bóris Casoy passou a registrar índices pouco expressivos de audiência.

Assim, o canal tentou ajudar o RedeTV News, promovendo uma série de estreias às 18h para alavancá-lo. O primeiro foi o jornal popular Olha a Hora, de vida curta. Depois, a aposta foi a revista eletrônica Sem Rodeios. Boa, mas sem estrutura, acabou extinta. Aí vieram outros tantos: reprises do Operação de Risco, desenhos, o retorno do Você na TV, segunda edição do A Tarde É Sua… Entre um e outro, o canal chegou a vender a faixa para game shows e televendas.

Antes do Tricotando, a aposta foi o esportivo Bola na Rede e o policialesco Denúncia Urgente. Ambos começaram bem, mas perderam fôlego rapidamente. Vamos ver se Lígia Mendes e Franklin David finalmente irão reverter esta maré de insucessos.

Leia também: Choque de Cultura é mais uma cartada da Globo em busca de renovação

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.