Marcos Mion
Marcos Mion (Reprodução/Instagram)

Com o cancelamento do Legendários, programa que Marcos Mion comandava desde 2010 na Record, a emissora avisou que ele continuaria no canal e seguiria à frente do reality show A Casa. O horrendo programa apresentado no ano passado teve como único ponto positivo a presença de Mion, que injetou graça e descontração em um programa que explorava a degradação de seus participantes. No entanto, a direção da Record resolveu suspender a segunda temporada da atração.

Sem seu programa e sem A Casa, Marcos Mion ficou sem um projeto na emissora. Segundo informações, o canal está buscando um novo formato para o apresentador. No entanto, enquanto um novo trabalho não surge, Mion fica encostado, o que parece um grande desperdício. Afinal, nestes anos de Record, Marcos Mion soube se reinventar e se tornou um exímio animador. Legendários era o único programa de auditório da emissora a apostar na alegria, e não no chororô, e Mion conseguia divertir sua plateia.

Globo nega proibição a senhora que abraçou Jéssica no BBB18 e explica questão de platéia em programas


E seu traquejo diante das câmeras foi testado em A Casa. O reality show que confinava 100 pessoas numa casa com estrutura para quatro era um horror. Participantes se arrastando pelos cantos, se acotovelando nos câmeras e brigando por papel higiênico eram constantes no programa. E Marcos Mion o comandou com competência, mostrando domínio do jogo e proporcionando a única diversão do programa para quem o assistia. Estava solto e à vontade.

E, vamos combinar, isso não é comum nos realities da Record. A Fazenda enfrentou problemas com seus dois apresentadores, Britto Jr e Roberto Justus, que não conseguiam sair do roteiro e pareciam engessados em cena. Justus teve o mesmo problema também no Power Couple. Xuxa Meneghel e Leandro Lima driblaram o quanto puderam o roteiro mastigado do Dancing Brasil, conseguindo algum sucesso. Já Mion conseguiu fugir deste esquema robótico de apresentação. Um belo feito.

Consagrada no Dancing Brasil, Geovanna Tominaga é um nome a se prestar atenção

Por isso mesmo, a emissora devia valorizar mais Marcos Mion. O apresentador merece ser aproveitado num projeto com o qual possa dizer a que veio. Pode ser um nome para A Fazenda, já que o reality rural, por enquanto, está sem comandante. Quem sabe?

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui