Luciana Gimenez no Superpop
Luciana Gimenez no Superpop (Divulgação/ RedeTV!)

Com a notícia da separação da apresentadora Luciana Gimenez e Marcelo de Carvalho, sócio e apresentador da RedeTV!, o que não faltou foram comentários e especulações sobre o futuro dela na emissora. A princípio, nada deve mudar, até porque a história de Luciana na RedeTV! é anterior ao seu casamento. Mesmo assim, com a separação, a apresentadora pode se sentir mais livre para estudar propostas de outros canais.

No passado, Luciana já foi sondada pela Band, pela Record e até por emissoras internacionais, mas preferiu ficar na RedeTV!. E foi o canal que transformou a então modelo Luciana Gimenez numa apresentadora, quando precisou substituir Adriane Galisteu à frente do Superpop, quando ela atendeu o convite da Record para comandar o É Show. Verde, Luciana estreou aos tropeços, dando a impressão de que não teria vida longa na TV. Mas ela se mostrou esperta, agarrou a oportunidade, aprendeu e conseguiu se tornar uma apresentadora de verdade.

Criticada pelos erros cometidos diante das câmeras, Luciana optou por rir de si mesma. Criou uma persona divertida, meio estabanada, que contrastava com sua beleza clássica. Assim, mostrou personalidade. E, nestes 17 anos na RedeTV!, ela aprendeu a falar com a câmera como se estivesse falando com o espectador. Por conta desta desenvoltura, despertou o interesse da concorrência. Mas preferiu permanecer onde está.

Porém, agora, Luciana pode querer alçar voos maiores. Coisa, aliás, que ela merecia. Porque mesmo ela tendo se desenvolvido como apresentadora, o seu programa Superpop não evoluiu nadinha. Pior, andou para trás. A atração vive de receber convidados, a maioria bem desinteressantes, para especular sobre a vida alheia e provocar a polêmica pela polêmica. Com debates tediosos e entrevistas vazias, Superpop não tem razão de existir. Luciana Gimenez é bem maior que isso e merecia um programa melhor.

Prova disso é o Luciana By Night, talk show que Luciana comanda nas noites de terça-feira. Com convidados e atrações bem mais interessantes, o programa de entrevistas é anos-luz mais eficiente que o Superpop. Sendo assim, saindo ou ficando na RedeTV!, Luciana Gimenez poderia perfeitamente abrir mão do Superpop. O título já deu o que tinha que dar.

Queda na audiência sinaliza desgaste do Dancing Brasil

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.