O apresentador Tiago Leifert ao lado do Big Fone
O apresentador Tiago Leifert ao lado do Big Fone (Divulgação/ TV Globo)

Recebido com desconfiança por ter substituído Pedro Bial, que sempre comandou o Big Brother Brasil com muita competência, Tiago Leifert chegou de mansinho, mas já disse a que veio. No ano passado, o apresentador já havia mostrado que era uma boa escolha para a missão, mas como a temporada 2017 do BBB não foi lá essas coisas, sua performance pareceu mediana.

Mas, se ficou alguma dúvida se Tiago era ou não a melhor opção para o reality, ela foi completamente sanada este ano. O apresentador já está totalmente à vontade na função, e nem parece que ele está há tão pouco tempo na “nave louca”. Tiago transformou o BBB no programa dele, imprimindo sua marca tanto nas conversas que costuma ter com o espectador, quanto na maneira como ele interage com os participantes.

Pedro Bial muito contribuiu com a trajetória de sucesso do BBB, sem dúvidas. Mas é inegável que o jornalista já parecia um tanto contrariado em seus últimos momentos no programa. O que não seria de se estranhar, afinal Bial ficou ali por 14 anos. Enquanto isso, Tiago Leifert chegou com gás total, parecendo um menino diante de um brinquedo novo. Fã de videogames e antenado nas redes sociais, Tiago conseguiu ampliar o diálogo entre o BBB e seu público, tornando-se, inclusive, uma ponte importante entre a audiência e a atração.


Ou seja, se hoje percebe-se que o BBB vem buscando ser mais transparente com seu público, a participação de Tiago Leifert tem se mostrado importante também neste sentido, já que o jornalista acompanha os comentários na internet e procura interagir com os internautas. Ontem (01), por exemplo, ele noticiou mudanças no “paredão bate-volta”, anunciado um dia antes, e explicou que as regras seriam alteradas em razão da manifestação popular.

Tiago Leifert, então, não apenas trouxe um novo entusiasmo à condução do BBB, quanto aproximou o público da atração. Numa competição que tem a interatividade como um dos principais elementos, trata-se de uma boa mudança. Sendo assim, nesta substituição, todos saíram ganhando, já que Pedro Bial ganhou um ótimo programa para chamar de seu, o Conversa com Bial, e o BBB ganhou um novo fôlego com seu novo mestre de cerimônias.

Improviso ensaiado, “enrolação” e falhas técnicas marcam estreia do Melhor da Tarde

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui