Domingo Show
Geraldo Luís comanda o Domingo Show (Divulgação/ RecordTV)

Pode-se dizer que Geraldo Luís foi do céu ao inferno em apenas um ano na Record: no início de 2017, ele era tido como a única esperança para colocar a linha de shows da emissora nos trilhos; já no início de 2018, ele assiste seu programa Domingo Show perder tempo de arte e estrutura.

O programa dominical perderá mais de duas horas de sua duração. Além disso, não terá mais a estrutura de programa de auditório, perdendo elenco e as atrações no palco, e focará apenas nas reportagens de Geraldo (que sempre foram a principal atração do programa, diga-se). O corte se justifica porque o Domingo Show não é um programa rentável para a Record, ou seja, seu faturamento não cobria seus custos de produção. Apesar de sempre registrar boa audiência, o programa atinge as classes C, D e E, o que dá baixo potencial de faturamento.

Sendo assim, o corte na produção do Domingo Show até se justifica. A emissora está enxugando sua produção para diminuir custos e tornar o programa rentável. No entanto, é no mínimo esquisito tudo isso estar acontecendo apenas um ano depois de o canal cogitar dar a Geraldo Luís um programa diário, na faixa das 22h30. Com um projeto intitulado de Show da Noite, a emissora tinha a intenção de realocar seus programas noturnos semanais para o fim de semana (leia-se Xuxa e Gugu), e colocar Geraldo para bater de frente com o Programa do Ratinho, do SBT. Na época, o comentário era de que o projeto só não foi adiante porque Geraldo não aceitou fazer programa diário.


Assim, a emissora o manteve em seu semanal, que, embora não fature, dá boa audiência e é uma importante alavanca para o Hora do Faro, o principal programa de auditório da Record (e, pelo andar da carruagem, há de se tornar o único). Agora, numa política de redução de custos, corta boa parte da estrutura dele. Já imaginou, então, se o projeto diário com Geraldo tivesse ido adiante? Hoje, o canal teria um problema bem maior, pois teria que preencher toda uma linha de shows. Ou seja, falta planejamento aí. Dá a impressão que a emissora faz apostas, e só depois avalia a viabilidade delas.

Resta saber se esta versão compacta do Domingo Show conseguirá manter a mesma força e entregar em alta para Rodrigo Faro. Um passo em falso, e o canal pode colocar toda uma grade em risco. E, para piorar, a emissora vai exibir reprises de velhos humorísticos no espaço deixado pelas horas perdidas do Domingo Show. No mínimo, bem esquisito.

Efetivada, Regina Volpato deve imprimir sua marca no Mulheres

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui