Bella Piero
Bella Piero (Divulgação/ TV Globo)

“Quando eu tinha 6 anos, fui abusada por um membro de minha família. Os abusos se tornaram diários, e a cada vez que isso acontecia, eu me sentia suja e culpada. Nunca tive coragem de revelar o nome do abusador. Sempre me senti culpada por isso. Alguns anos atrás, o abusador sofreu derrame e ficou à beira da morte. Fui em seu leito, e pedi perdão por tudo. Mesmo sendo vítima, me sentia culpada. Depois desse incidente, me tornei livre. O abusador morreu. No dia de seu sepultamento, eu tive coragem de contar o incidente. Até hoje, minha mãe não fala comigo. O abusador era o meu padrasto. Mas sigo a minha vida. Com cicatrizes pelo corpo, tento a cada dia fechar essas feridas que não estão espelhadas visivelmente pelo meu corpo, e, sim, na alma”, esse relato poderia ser de Laura, personagem de Bella Piero em O Outro Lado do Paraíso, mas é de uma mulher real, que até hoje sofre por causa dos abusos de seu padrasto.

Assim, como Laura, a personagem da vida real, teve forças e revelou tudo o que seu algoz a fez sofrer. Achei pertinente começar essa resenha com esse depoimento real, pois Bella Piero está representando milhares de pessoas que sofrem desse mal diariamente. E ter uma novela das 9, abordando esse tema, é algo crucial.

Uma atriz brilhante

Bella Piero é uma das grandes responsáveis do sucesso dessa personagem, jovem, mas como dona Fernanda Monteiro sempre diz: ‘a gente conhece quando o ator e do ramo’. Bella é do ramo! E sua entrega a gente percebeu desde sua primeira cena, a intérprete teve cuidado de construir a personagem em questão. Sem dizer uma palavra, o seu olhar dizia que o interior da personagem era realmente uma escuridão. Laura é um personagem difícil, mas Bella Piero construiu com dignidade e respeito às pessoas que vivem isso diariamente. Não caiu na caricatura. Sem vaidade nenhuma, essa jovem atriz se entregou de corpo e alma, e tem tudo para escrever o seu nome na história de nossa dramaturgia. Sua jornada profissional está no início, mas por seu empenho mostrado na trama de Walcyr Carrasco, sua carreira artística tem tudo para se tornar exitosa.

Para fechar esse texto, gostaria de deixar o recado que a Laura da vida real deixou Bella. “Gostaria de agradecer a Bella por sua atuação e por seu empenho a personagem. Foi difícil acompanhar as últimas cenas no qual Laura lembra do passado. Mas vir uma novela abordando esse tema com respeito e cuidado, nos faz crer que nem tudo está perdido. Laura (Bella), você não imagina, mas você trouxe luz para milhares de pessoas que sofrem caladas essa dor. Muito obrigado!”, finalizou Letícia*.

Bella sucesso sempre em sua jornada!

*O nome da personagem foi preservado.

**As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.