RedeTV! completa 18 anos ainda longe da maturidade

RedeTV!
RedeTV! (Reprodução/RedeTV!)

Hoje (15) faz 18 anos que a RedeTV! lançou sua primeira grade de programação. Com o slogan “uma opção de qualidade na sua TV”, a emissora vinha com tudo, com uma pegada jovem, moderna e interativa, e trazendo uma grade variada, com infantis e juvenis, jornalísticos, variedades, filmes e séries. No pacote de enlatados, grandes clássicos do cinema e séries deliciosas, como Jeannie É um Gênio, A Feiticeira e Friends. No elenco, nomes como Valéria Monteiro, Rubens Ewald Filho, Adriane Galisteu e Fernanda Lima.

Relembre: Há 18 anos, entrava no ar a RedeTV!

No entanto, esta grade durou pouquíssimo tempo. Logo, a emissora passou a apostar em programas ao vivo, com conteúdo que passou a explorar a vida alheia e a desgraça humana. João Kléber fazia pegadinhas de gosto duvidoso e levava populares para brigar no palco do vespertino Canal Aberto, enquanto Luciana Gimenez fazia debates e mais debates sobre sexo no palco do Superpop. Nada a ver com a promessa de humor que João Kléber trouxe, ou da primeira proposta do Superpop, que era basicamente um programa de música e entrevistas.


Não que o canal não tenha feito coisas boas. Sua programação jornalística, por exemplo, sempre foi muito interessante. Leitura Dinâmica, exibido nos finais de noite, está no ar desde a estreia da emissora, quando era exibido apenas aos domingos, e se destaca pela variedade de pautas que trata a cada edição. A RedeTV! também exibiu, diariamente, o talk show de Marília Gabriela, a novela Betty, a Feia, as interessantes entrevistas de Clodovil em sua passagem pelo A Casa É Sua, e também apostou no Pânico na TV, que trouxe uma proposta ousada e divertida em seus primeiros anos.

Mesmo assim, foram tantos anos apostando em conteúdo duvidoso, que hoje fica difícil descolar da emissora este rótulo de apelativa, embora seja inegável que, atualmente, ela está bem mais comportada do que foi no passado. No entanto, ao completar 18 anos, o canal dá sinais de que ainda não chegou à maturidade, pois insiste em cometer velhos erros. TV Fama, por exemplo, continua no ar e cada vez mais desinteressante. No passado, o programa conseguia mexer com o espectador, mas hoje vive no piloto automático. Superpop segue com seus debates sobre o nada e recebendo figuras que causam a polêmica pela polêmica, mas seus números mostram que o público já se cansou disso, e que apelar já não rende os resultados instantâneos de antes.

A emissora, hoje, exibe bons programas, como o Melhor pra Você, Mariana Godoy Entrevista, Luciana By Night, O Céu É o Limite e o já citado Leitura Dinâmica, além da programação esportiva. Mas eles ficam “soltos” em meio a informerciais, religiosos e outros programas de horário comprado que atravancam toda a grade. O canal chegou aos 18 anos num momento um tanto inexpressivo. Seria uma boa olhar para o passado, identificar os acertos deste tempo todo e, a partir daí, procurar um futuro mais feliz e criativo. Não é impossível.

Com Zorra e Altas Horas, Globo leva debate às noites de sábado

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.