Tempo de Amar “surfa” na boa fase das novelas da Globo

Protagonistas de Tempo de Amar
Protagonistas de Tempo de Amar (Divulgação/TV Globo)

Há pouco mais de uma semana no ar, Tempo de Amar já se firma como uma das melhores estreias da Globo nos últimos anos, no que se refere à audiência. A trama de Alcides Nogueira conseguiu manter o patamar de Novo Mundo, e ainda o feito de ver sua audiência aumentar no decorrer dos capítulos, quando o mais natural é acontecer, ao menos, uma pequena queda nos primeiros dias. Com o bom desempenho da história das seis, a emissora segue em paz com o desempenho de todos os seus folhetins.

O mérito, claro, é da novela, que é realmente bem interessante. Trata-se de um folhetim básico, uma grande história de amor. Um arroz-com-feijão, mas muito bem temperado. O texto é refinado, os atores estão ótimos (sobretudo pelas luxuosas presenças de Tony Ramos e Regina Duarte, vivendo tipos que normalmente não vivem) e a história é cativante. Isso sem falar na produção de arte, um deleite para os olhos.

Além dos méritos próprios, Tempo de Amar é beneficiada pelo efeito-cascata da grade da Globo, provocada por uma sucessão de acertos em sua programação. A reprise de Senhora do Destino revelou-se um grande acerto, e entrega em alta para Malhação: Viva a Diferença. Já a trama teen de Cao Hamburger consegue segurar e ampliar seu público, também em razão da ótima trama, uma das melhores dentre todas as temporadas da novelinha, no ar há 22 anos. Tempo de Amar, assim, já recebe os números em alta e consegue ampliá-los. E esta alavanca beneficia também Pega Pega e A Força do Querer, que seguem em alta.


Por tudo isso, a direção da Globo respira aliviada e colhe os frutos de seus acertos na programação de 2017. Depois da derrapada no horário das seis com Sol Nascente, e de alguns erros na faixa das nove, a emissora finalmente acertou a mão em todos os seus principais horários de folhetins. Com isso, deu nova prova de que, ao contrário do que muita gente pensa, as novelas ainda estão longe de acabar.

Com o cancelamento de Estrelas, Angélica terá a chance de voltar a ser uma estrela

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.