Power Couple
Andressa e Nasser não foram poupados no início do programa (Foto: Reprodução/ Record TV)

Aposta inesperada para substituir o descanso de imagem do formato de A Fazenda em 2016, o Power Couple estreou na Record TV nesta terça-feira (18) com um elenco divertido e aparentemente polêmico.

Casais com características diferentes se expõem na ‘vitrine do amor’ em busca de um prêmio de R$1 milhão. Para chegar no ponto alto, os pares terão que enfrentar uma série de provas, que por sinal são melhores que as de A Fazenda, o medo e desconfiança.

Na largada dessa competição, o que ficou evidente é que vai chover ‘barraco’ entre os casais e concorrentes. Com uma dinâmica pra lá de interessante, Power Couple supera BBB em quase todos os sentidos — menos por ser gravado e não mostrar a rotina dos ‘apaixonados’ em tempo real.


Destaque da edição para Regiane Cesnique, que com seus chiliques e desaprovações deixou o amado, o ator Fabio Villa Verde, mais tímido do que já é. Por sinal, internautas não pouparam críticas a participante.

Rafael Ilha e Aline Kezh mostraram que pretendem causar mais do que Laura e Jorge aprontaram na primeira temporada. Lorena Bueri e Diego Cristo não ficam atrás.

Além das ‘amostras grátis’ descritas acima, o programa trouxe uma lição para os ex-BBBs Andressa e Nasser, que além de terem ficado com o pior quarto da casa (sem moveis, conforto…) ficaram com o segundo lugar na primeira série de desafios — colocação essa que os dois já conhecem muito bem.

Por fim, Roberto Justus no comando do programa é o mesmo que ‘tanto faz’ ou clássico ‘serve’ — animação zero e empolgação forçada. Em tempo: o reality promete e tem tudo para acabar com a farra da Band e seu gastronômico MasterChef.

Por: Paulo Henrique Lima

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.