Faustão
Faustão (Divulgação/ TV Globo)

Estreou na noite deste domingo (23) o Show dos Famosos, nova aposta do Domingão do Faustão. No novo quadro do programa de Fausto Silva, um grupo de artistas é desafiado a fazer uma apresentação como cover de outro artista. Um sorteio define quem serão os artistas imitados, e os participantes passam por um treinamento e uma boa dose de maquiagem. Depois da performance, um grupo de jurados analisa as apresentações.

Parece familiar? Sim, Show dos Famosos carrega a mesma premissa e dinâmica de Esse Artista Sou Eu, programa do SBT apresentado por Márcio Ballas no ano de 2014. Na atração, que era exibida nas noites de segunda, um grupo de artistas imitava outros artistas e eram julgados por Cyz Zamorano, Miranda e Thomas Roth. Ao final da série de 18 episódios, o artista que acumulava mais pontos vencia a competição. A cantora Vanessa Jackson foi a vencedora da primeira e única temporada do Esse Artista Sou Eu.

Alguns anos depois, a atração ressurge, desta vez na Globo, como quadro do Faustão. E quem assistiu ao programa do SBT e, depois, acompanhou a estreia da atração na Globo, ficou com a forte impressão de que a emissora dos Marinho copiou descaradamente a TV de Silvio Santos. Mas, sabe-se, não foi isso o que aconteceu. Esse Artista Sou Eu era a versão nacional do programa Your Face Sounds Familiar, e, naquela época, os direitos do formato pertenciam ao SBT. No entanto, o formato licenciado pela Endemol Shine passou às mãos da Globo, que transformou o programa num quadro do Faustão. Ou seja, na prática, ninguém copiou ninguém. Mas não deixa de ser curioso ver o mesmo programa sendo feito em dois canais diferentes. Não há como não pensar em cópia ou falta de originalidade.

Este é um efeito colateral deste mercado de formatos internacionais, que são comercializados entre os canais brasileiros e as produtoras do mundo todo. São tantos programas comprados e vendidos, que, ao público mais desavisado, fica sempre a impressão de cópia. É a mesma sensação de assistir ao Dancing Brasil, na Record TV. Não tem como assistir ao programa de Xuxa Meneghel e não pensar que a Record copia a Dança dos Famosos, também quadro do Faustão na Globo. Os dois são variações de um formato de dança importado, e cada canal tem os direitos sobre os formatos. Ou seja, não há cópia, embora pareça.

A principal diferença entre o Show dos Famosos e o Esse Artista Sou Eu é que a maquiagem e caracterização da atração da Globo está anos-luz à frente do SBT. Enquanto no SBT os participantes pareciam equipados com fantasias mambembes, na Globo a caracterização impressiona. A maquiagem e o figurino que transformaram Samantha Schmütz em Elis Regina, Eriberto Leão em Bob Dylan, Fafá de Belém em Alcione, e Ícaro Silva em Beyoncé, ficaram simplesmente perfeitos. O quadro conta com uma bela produção. E é um bom divertimento, que combina bem com o Domingão do Faustão. Foi uma boa ideia da Globo adaptar o formato.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.