Famosos no lançamento de A Força do Querer
Protagonistas de A Força do Querer (AgNews)

A novela A Força do Querer estreou muito bem e tem feito a Globo recuperar parte da audiência perdida por A Lei do Amor. E a novela de Gloria Perez é realmente interessante, fazendo jus ao sucesso inicial alcançado. Trata-se de uma trama envolvente, com poucos personagens e situações muito bem interligadas, com histórias contadas numa narrativa fluída, sem correria, mas sempre apresentando novidades. Em outras palavras, uma trama gostosa de assistir.

No entanto, a novela chama a atenção por ser a história assinada por Gloria Perez que menos carrega características de suas obras anteriores. Não que seja uma novela muito diferente; muito do DNA da autora está lá. Mas A Força do Querer traz vários novos elementos ao texto da autora, e são estes elementos que têm feito a diferença na novela.

Uma delas é o fato de a novela não ter uma protagonista absoluta. Gloria Perez é uma criadora de mocinhas de amplo destaque, que realmente lideravam o enredo, como a cigana Dara (Tereza Seibletz), de Explode Coração, ou Jade (Giovanna Antonelli), de O Clone. Já em A Força do Querer, Gloria aposta num mosaico de tramas, costuradas por três personagens femininas: Ritinha (Isis Valverde), Bibi (Juliana Paes) e Jeiza (Paolla Oliveira). E, curiosamente, as três não carregam características de mocinhas tradicionais, tornando-se figuras quase controversas.

Ritinha, dona da maior parte da cena de A Força do Querer até aqui, vive um triângulo amoroso típico, dividida entre Zeca (Marco Pigossi) e Ruy (Fiuk). No entanto, ela é dona de uma personalidade bastante peculiar, que não combina muito com mocinhas “corretas”. Ela ama Zeca, mas, ao mesmo tempo, sente-se tentada a viver as aventuras que acredita que Ruy pode lhe oferecer. Esta vontade de viver novos horizontes a levou a ser excessivamente impulsiva, ao ponto de pular num barco com Ruy ainda em sua festa de casamento com Zeca. Não houve muito tempo para melindres: ela simplesmente embarcou e zarpou, deixando Zeca a ver navios.

Enquanto isso, Bibi deixou Caio (Rodrigo Lombardi) porque queria viver um amor mais “quente”, escolhendo Rubinho (Emílio Dantas). Anos depois, se reencontra com Caio e parece mexida. Até aqui, Bibi parece a mais tradicional dentre as mocinhas, mas sabe-se que ela irá se tornar uma poderosa bandida, a Bibi Perigosa. Ou seja, trajetória pouco ortodoxa. Já Jeiza teve menos espaço na trama até aqui, mas já é possível observar nela um traço destoante da típica mocinha. Jeiza é policial e preza muito pela profissão, e coloca seu trabalho acima de relacionamentos amorosos.

Ou seja, A Força do Querer consegue imprimir alguma novidade no folhetim tradicional, e tem funcionado muito bem.

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.