Na verdade, o Programa do Jô acabou há dois anos

Na verdade, o Programa do Jô acabou há dois anos
Jô Soares encerrou seu talk show (Divulgação/Globo)

A Globo exibiu nesta sexta-feira (16) a despedida do Programa do Jô, que sai do ar após passar os dois últimos anos aquém do que já foi.

O fim do talk show de Jô Soares teve início quando a emissora resolveu “reformular” o formato, tornando o Sexteto um Quarteto e diminuindo o cenário da atração.

Na mesma época, os rumores apontaram para o desejo de acabar com a plateia – algo que não foi adiante. Curiosamente, ao longo do último Programa do Jô, o apresentador afirmou que não existe sem seu público. Diria Ronnie Von: #significa.


Da mesma forma, como bem observou Maurício Stycer, Jô citou executivos antigos da Globo, agradecendo-os, mas em momento algum mencionou Carlos Henrique Schroder, responsável por muitas das mudanças recentes que ocorreram na rede carioca. Também #significa?

A verdade é que qualquer telespectador do noturno percebeu que a atração nunca mais foi a mesma desde as alterações. O Programa do Jô perdeu tempo de arte e as entrevistas, em algumas ocasiões, somente foram realmente boas quando o convidado permanecia por dois blocos.

Em baixa na TV, Xuxa erra por falar demais

Caso contrário, o tempo passava muito rápido e poucos assuntos eram colocados em pauta. Não por acaso, Jô também não se empenhava como antes: neste ano, estrelas que estiveram há um ou dois anos no talk show reapareceram e ele perguntou coisas que já havia questionado. Como Heloísa Périssé, que contou de novo sobre a moça “arrolada”.

A visível chateação de Jô com a Globo também ficou evidenciada por conta da ausência de conteúdos realmente especiais para esta despedida. Ele mesmo declarou que estudaria formas de fechar com chave de ouro. Tirando algumas edições históricas, como as de Fausto Silva e Roberto Carlos, não houve nada além do normal na produção.

Além disso, Jô deixou claro durante todo o ano que não estava satisfeito com o fim do Programa do Jô, e lamentava isso junto aos convidados e plateia. Frisou, acima de tudo, o quanto gostava e estava triste pelo “ponto final” no Meninas do Jô, seu xodó e em exibição há mais de dez anos, desde o caso Mensalão.

Portanto, é fácil concluir que a Globo estragou o Programa do Jô há dois anos e, assim, fez com que o humorista desejasse deixar o barco. Sem seus amigos no Sexteto e tempo para grandes entrevistas, ou seja, sem prestígio na emissora.

O que não é incomum, haja vista como o mesmo canal tratou Chico Anysio em seus últimos anos de vida, fato que se repete atualmente com Renato Aragão – que felizmente terá nova oportunidade em 2017 -, dentre outros exemplos.

Que Jô Soares volte ao ar logo e em um veículo que não o mantenha só para dizer que o faz. Ele é patrimônio do Brasil e merece mais do que a Globo estava oferecendo.