Sexo gay em Liberdade Liberdade
Sexo gay em Liberdade, Liberdade!

A aguardada cena de sexo gay em Liberdade, Liberdade enfim aconteceu nesta terça-feira (12). A sequência escrita e dirigida com primor marca a história da teledramaturgia brasileira com sutileza e romantismo.

Em poucos minutos, André (Caio Blat) e Tolentino (Ricardo Pereira) eternizaram a cena de amor entre dois homens, inédita em uma telenovela.

Nada pornográfica, a cena mostrou dois homens envolvidos muito mais pelo sentimento de amor do que pelo puro e simples prazer carnal.


A iluminação com contrastes tênues, sombra e o som ambiente fizeram o clima da cena ainda mais intimista. Em poucas palavras e muito mais com gestos e olhares, os dois personagens se entregaram um ao outro.

Eles se despiram lentamente, um olhando para o outro e depois se tocaram completamente nus. Os corpos suados e o carinho entre eles fez jus ao que prometeu o autor Mário Teixeira ao dizer que Não importa o sexo, o amor não conhece gênero.

Leia o diálogo que antecedeu à cena

Tolentino: Meu unico amigo é voce. Você,  André. Um homem sensivel. Consegue entender os mistérios da vida. As voltas que o mundo dá. As surpresas que a vida nos reserva.

André: As surpresas sobre nós mesmos

Tolentino: sim. Você mesmo disse um dia . Todos nós temos uma segunda natureza. Que às vezes permanece oculta

André: Mas não para sempre

A cena repercutiu de maneira positiva nas redes sociais e a #LiberdadeLiberdade liderou o trending topics no Twitter.

Entre os comentários muitos elogios aos atores, ao roteiro e a direção. “Os atores transmitiram com perfeição ansiedade, desejo, medo, entrega. Uma primeira vez como na vida real. Tensa. Bela”, comentou a novelista Letícia Dornelles.

“Lindíssima cena em Liberdade, Liberdade hoje. Parabéns a Caio Blat, Ricardo Pereira e todos os envolvidos”, celebrou Monica Iozzi.

“O capítulo já valeu a pena por esse dois lindos, cena linda, parabéns à todos os envolvidos”, afirmou Grazi Massafera.

17 COMENTÁRIOS

      • A GLOBO ESTA DE PARABENS, PELA ATITUDE. CENA SUTIL . MELHOR DO QUE CENAS DE VIOLENCIA, ASSASSINATOS, CRUELDADE.
        ESSAS PESSOAS QUE NAO QUEREM VER, DESLIGA E VAI LER UM LIVRO.

        NÃO É POR CAUSA DE UNS E OUTROS QUE VAI SER DEIXADO DE PASSAR, CENAS DE SEXO (HETEROS) BEM MAIS PESSADAS QUE ESTA JA FOI EXIBIDO UMA SERES DE VEZES.

        RESPEITE QUEM QUER ASSISTIR, CASO NÃO GOSTE DE DETERMINADO PROGRAMA, CENA, ETC, MUDA DE CANAL, VAI LER UM LIVRO, SE EXERCITAR, FAÇA ALGO DE ULTIL.

    • Apoiado Chilofômpila, quem não concorda com vc é que gosta de fazer a mesma coisa que aconteceu na cena. Mas façamos como o Rodrigo falou muda de canal, pare de prestigiar essa emissora de merda!!! Quem não já ouviu estórias sobres as festas que acontecem na Globo, regadas a Drogas e homo sexualismo. A Rede Globo é como uma bixa enrustida que começa a sair do armário, parem de assistir não deixem que suas ideias entrem em suas casas, assim logo logo ela volta pro armário já que pra ela o $$ é mais importante que suas idéias pertubadas!!!

  1. Embora minha opinião seja contrária a essa cena, eu prefiro procurar outras opções, não existe apenas a Globo. Não concordo com violência ou discriminação. Não concordar não quer dizer tem que matar. A hipocrisia está nas ações radicais de “ambas” as partes em provar a todo custo (e se for preciso passar por cima de quem estiver no caminho pra provarem suas teorias). Se isso desse certo Jesus não viria pregando o amor, mas distribuindo porrada pra todo o mundo! Pensem bem…

    Não é questão de preconceito ou mudança de opinião…como disse vc não muda sua opinião e eu a minha mas não se pode forçar as pessoas a aceitarem o que querem, por isso o diálogo e a apresentação de argumentos convincentes são melhores do que ofensas e xingamentos ou cenas apelativas. Assim como as cenas de nudismo entre homem e mulher são consideradas inapropriadas pelo fato da exposição e banalização do ato sexual, considero todas as cenas de todos os gêneros sexuais também. O que deve ser feito e “sem hipocrisia” é a conversa aberta entre pais e filhos sobre sexualidade, pois acredito que se os pais não ensinam o mundo vai ensinar e nem sempre tem o carinho e o esmero que um pai ou uma mãe tem. O que eu penso e digo repetidamente é que cada um tem sua opinião, concordar só se o outro se quiser, estou fazendo apenas o meu comentário e não um julgamento de morte. Temos que nos desarmar (todos).

  2. A rede globo de televisão não respeita a opinião divergente, justamente porque seus caciques são homossexuais. Eu ter a opinião de que o comportamento homossexual é errado, nojento e desprezível, não significa que sou homofóbico, homofobia é o atentado físico e verbal contra a integridade de alguém, seja física ou não. Não se sinta atacado fisicamente ou moralmente se eu não concordo com o seu comportamento. Do mesmo modo não posso me sentir atacado fisicamente ou moralmente se alguém tem opinião divergente de mim. Ninguém é obrigado a ser hetero ou homo, todos são livres para serem o que querem, desde que haja respeito ao próximo e a sua opinião pessoal (insisto, respeito NÃO é mudança de opinião), assim como democracia é o conjunto de realizações da vontade da maioria, com respeito a minoria. Enfim, vamos respeitar uns aos outros, inclusive nossas opiniões divergentes, saber ouvir cada parte, mas uma coisa não muda, errado é errado mesmo que a maioria esteja fazendo e, certo é certo mesmo que seja a minoria que esteja fazendo.

    • Enrustido detectado…….O país cheio de tantos problemas e você, um pobre coitado, preocupado com uma mísera cena numa novela? Mais hipocrisia e problemas que este governo pode trazer a você, sua família e seus amigos……por isso mantemos inertes diante de toda a violência que você diariamente passa quando é assaltado, violentado na hora de comprar um produto cheio de impostos que ferem seu bolso ou, até mesmo quando te furtam seu carro que tanto batalhou para comprar. Enfim, é por você que este país está mudando e evoluindo não é? Preocupado com uma miséria de cena enquanto vive sofrendo as consequências por ser uma pessoa infeliz e que não faz nada para realmente melhorar a sua vida e das pessoas que encontram-se ao seu redor e agora vem a “dizer” que tanto ama, seja verdadeiro!

  3. É TRISTE. UMA LÁSTIMA e também uma TRAGÉDIA SEM TAMANHO para toda a SOCIEDADE e o POVO BRASILEIRO o que este canal de televisão chamado REDE GLOBO FAZ!! O Genocídio de Consciência, consegue ser ainda PIOR que o Holocausto. O que esse canal de televisão faz, acompanhado por outras sectárias, e também por todo o “establishment gay” no Brasil e no mundo, terá à seu tempo, o ACERTO DE CONTAS. E quando isso chegar, NÃO HAVERÁ TERGIVERSAÇÃO.

  4. A GLOBO ESTA DE PARABENS, PELA ATITUDE. CENA SUTIL . MELHOR DO QUE CENAS DE VIOLENCIA, ASSASSINATOS, CRUELDADE.
    ESSAS PESSOAS QUE NAO QUEREM VER, DESLIGA E VAI LER UM LIVRO.

    NÃO É POR CAUSA DE UNS E OUTROS QUE VAI SER DEIXADO DE PASSAR, CENAS DE SEXO (HETEROS) BEM MAIS PESSADAS QUE ESTA JA FOI EXIBIDO UMA SERES DE VEZES.

    RESPEITE QUEM QUER ASSISTIR, CASO NÃO GOSTE DE DETERMINADO PROGRAMA, CENA, ETC, MUDA DE CANAL, VAI LER UM LIVRO, SE EXERCITAR, FAÇA ALGO DE ULTIL

  5. Melhor comentario “Que vergonha para a emissora de vocês, exibindo sexo e ainda de pessoas do mesmo gênero. Não estou reclamando somente pelo fato de ser sexo gay, e sim por ser SEXO! Existe canais fechados para isso. Tomem vergonha na cara, crianças poderiam e estavam acordadas naquele momento. Vocês não tem senso de ridículo? Colocando a nossa família ao ridículo e abominável. O respeito e valorização da família morreu! O modernismo está sufocando a ética, “

  6. Uma pena. É exatamente isto que sinto com a cena em pauta. A novela começou com um fato pouco conhecido dos brasileiros que é a possível existência de uma filha do mártir da inconfidência mineira e esperava que a novela trouxesse os valores da liberdade do povo escravizado por um período que poucos conhecem, mas ao invés disto, a emissora procurou apostar em uma cena como esta. Para muitos uma liberdade de direito, para tantos outros uma atitude descabida. Ser homo ou hétero não deveria ser o foco principal da novela e a cena foi desproporcional ao que a novela tanto divulgou no início.
    Não se pode simplesmente fazer uma programação com um chamado á historicidade de um acontecimento e toda a família entrar e querer aprender dentro da trama, mesmo que sendo ficção, e quando todos estão lá diante da tela, uma cena desta entra em nossas casas sem a menor preocupação, como se o direito de mostrar uma relação homossexual não viesse a trazer nenhum transtorno aqueles que queriam simplesmente vier uma novela com um fundo de história.
    Homossexualidade sempre esteve presente no mundo, mas a emissora não pensou nas pessoas que preferiam não serem invadidas no seu direito de não ver tal cena. Desnecessário, desproporcional, sem o mínimo de senso de respeito. Viu-se apenas o que tal cena geraria de índice de audiência.
    E para você que aprova eu respeito e digo, esta novela não foi feita pra pessoas que querem uma programação desprovida de extremismo. Mas deixa dizer uma coisa: A emissora que mostra uma cena destas, também explora a causa homossexual de uma maneira violenta apenas para dar seus pontos na audiência, pois tanto o autor quanto a emissora, não estão preocupados em colocar em discussão o fator liberdade de gêneros, o respeito á liberdade de cada um em ser o que quiser, mas usar de uma causa polêmica para ganhar audiência.
    Liberdade, Liberdade. A liberdade de uns não pode esbarrar na liberdade de outros.
    Quanto a mim eu concordo com um dos comentários de uma pessoa a favor da cena quando o mesmo diz para trocar o canal. Eu não vou permitir que minha família seja atacados por cenas de sexo, não importando se é homo ou hétero. Prefiro trocar de canal.
    Uma pena, verdadeiramente, uma pena, pois quem assistiu Grandes Sertões Veredas, Lampião e Maria Bonita, O tempo e o Vento e tantas outras grandes produções desta Emissora fica triste em ver como ela perdeu o rumo e é fácil perceber como Os Dez Mandamentos da outra emissora conseguiu uma migração de telespectadores. A família Brasileira ainda existe e ainda gosta de boas programações que ela possa assistir juntas independente do horário.
    Uma pena.

  7. RESPOSTA DA GLOBO – Ao comentário de sena de sexo explicito em LIBERDADE LIBERDADE. “Sentimos muito pelo ocorrido. Já estamos trabalhando pra entender como sua mensagem, escrita em 1964, veio parar aqui”. Essa resposta é sem noção – a novela não é de 1964 e sim do século 19, homossexualidade naquela época era crime pago com a forca. Parabenizo as companheiras dos atores pela coragem, dos olhares atentos da sociedade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui