Novo TV Mulher faz estreia engessada no Viva

Novo TV Mulher

Quem assistiu a estreia do novo TV Mulher na noite desta terça-feira (31), no canal Viva deve ter ficado um tanto desapontado se esparava aquela revista eletrônica jornalística matinal, sucesso na Globo nos anos 1980.

Gravado antecipadamente, a atração que como na versão original é apresentada por Marília Gabriela, se tornou fria, sem ligação com a atualidade, sem abordar temas factuais e muito engessado.

Gabi nem parecia a entrevistadora experiente e desenvolta que estamos acostumados a ver. Seguindo o roteiro, ela fez um programa ‘quadrado’ e frio.


A impressão que ficou é que a ideia foi fazer uma homenagem ao TV Mulher original, com pautas que relembraram a versão de 30 anos atrás e sem a intenção de ser uma nova revista atual feminina.

O maior problema é sem dúvida o fato de ser gravado, se fosse ao vivo seria muito mais dinâmico, com participação do público, das redes sociais e afins.