Haja Coração faz estreia acelerada e divertida

Haja Coração Fedora e Tancinha

Haja Coração estreou neste terça-feira (31) e quem assistiu pode ver que o primeiro capítulo quis logo apresentar todos os núcleos e personagens da trama, ambientando o telespectador na releitura de Sassaricando, novela dos anos 1980 que serviu de inspiração para este folhetim.

Com texto de Daniel Ortiz e direção de Teresa Lampreia e Fred Mayrink, Haja Coração segue a mesma linha de Sassaricando, do autor Silvio de Abreu, mas não é um remake. O humor é o carro-chefe da trama, com personagens divertidos e exagerados que já fizeram o público rir logo de cara.

Mas também tem drama e romance, porém nada pesado, tudo muito leve e sutil. O peso mesmo fica por conta das cores e diálogos gritados, com sotaques e muitos bordões.


A comparação dos personagens de Sassaricando como Tancinha, vivida por Claudia Raia e agora por Mariana Ximenes será inevitável, assim como a Fedora de Tatá Werneck em relação a vivida por Cristina Pereira. Mas não é possível traçar um paralelo fiel entre eles porque são épocas distintas e a ideia de fato não é reviver o mesmo personagem e sim recriá-lo.

O primeiro capítulo de Haja Coração foi bastante didático, explicando a história que vai se seguir ao longo dos meses que a novela for ao ar. Mas certo mesmo é que a faixa das 19 horas voltou a fazer comédia e divertir o público que quer relaxar e rir à vontade.