Vídeo Show é opção para atores de pouco talento


O Vídeo Show tornou-se uma opção para atores que não têm muito talento. Alguns atores considerados de talento mediano, acabam se saindo melhor na função de repórter ou apresentador do que como ator.

Monica Iozzi: Considerada a grande estrela do Vídeo Show atualmente, além de apresentadora é atriz, estreou na função o ano passado na novela Alto Astral, porém como atriz Monica ficou devendo, na época estava pouco a vontade com a personagem. Monica Iozzi teve uma grande oportunidade como atriz, já que na mesma novela teve a chance de interpretar uma patricinha milionária e uma faxineira pobre, ou seja, tinha uma prato cheio nas mãos, mas ficou devendo, porém nada impede que a atriz possa melhorar, até porque foi sua primeira novela na televisão e tem uma longa carreira pela frente. Como apresentadora do Vídeo Show rouba a cena e todas atenções se voltam para ela, tem total liberdade na emissora fala o que quer, faz piada da própria emissora e muitas vezes passa do ponto, cometendo alguns exageros.

Otaviano Costa: Ao lado de Monica Iozzi o apresentador domina o programa, é dono de um imenso carisma e de repórter do Vídeo Show, conseguiu puxar o tapete do experiente Zeca Camargo e se tornar apresentador. Otaviano tem uma longa experiência passou por praticamente todas grandes emissoras, foi repórter, apresentador e ator. Na Globo teve algumas experiências como ator, mas não é um grande ator, sua verdadeira vocação é para apresentador e repórter, como ator não faz feio, mas está longe de ser um grande ator. No Vídeo Show está tendo uma de suas maiores chances da carreira.


Giovana Ewbank: Estreou como repórter no Vídeo Show em 2015, além de atriz é modelo, é dona de uma exuberante beleza, mas como atriz  o seu talento passa longe, fez diversas novelas na Globo, mas até hoje não se destacou com nenhuma personagem por falta de talento. Apenas é conhecida como a mulher de Bruno Gagliasso e não como uma atriz, no Vídeo Show exercendo a função de repórter se sai muito melhor do que como atriz, porém não é uma grande repórter. Por ter uma beleza que  chama muito atenção consegue fazer grandes campanhas publicitárias na TV e pode ser vista com frequência nos intervalos comerciais.

Ana Furtado: Atualmente é uma das apresentadoras do É de Casa, mas já integrou a equipe do Vídeo Show, foi repórter e apresentadora da atração. O carisma passou longe da apresentadora, é muito criticada por estar na função que está por ser mulher do Boninho. Ana Furtado tentou ser atriz, fez diversas novelas na Globo, sempre personagens pequenos e de pouca importância, nas novelas que participou suas personagens acabavam sendo ela mesma, faltava um boa composição e ficou devendo como atriz, tanto que desistiu da carreira. Como apresentadora é um pouco melhor.

Joaquim Lopes: O ator entrou para a equipe do Vídeo Show em 2015, é um dos repórteres do programa e  é o substituto dos apresentadores. Como ator é dono de um talento mediano, tem muito que melhorar na atuação. Seu último trabalho na televisão foi na novela Império, teve uma personagem que exigia muito como ator e oscilava na interpretação em cenas menos complexas dava conta do recado, mas em cenas mais complexas que exigiam do seu potencial ficava devendo. Como repórter e apresentador do Vídeo Show se sai um pouco melhor na função.

André Marques: O eterno Mocotó, personagem que interpretou em Malhação no  final  dos anos de 1990 e início dos anos 2000, é o típico ator de um personagem só, depois de Malhação não conseguiu fazer mais nada como ator, foi um dos apresentadores do Vídeo Show e cumpria muito bem sua função de apresentador, mas como ator falta talento.

Outros atores de pouco talento também passaram pelo Vídeo Show como Luigi Barricelli, Fiorela Mateis e Bruno de Luca que estão há anos na TV, mas nunca conseguiram emplacar uma grande personagem  e tiveram suas experiências no Vídeo Show.

Assim conclui-se que atores de pouco talento podem ter mais oportunidades e se sobressairem no Vídeo Show,  já que não  conseguem se destacarem na dramaturgia.