Realities Shows com crianças têm menos sucesso e repercussão do que versão com adultos


A Globo está prestes a estrear o The Voice Kids, a partir do dia 3 de janeiro. O reality show com calouros será exibido nas tardes de domingo. Na TV existem históricos de realities shows com crianças que não tiveram o mesmo sucesso nem a mesma repercussão do que a versão feita com adultos.

A Record exibiu em 2012 e 2013, duas temporadas do Ídolos Kids, uma versão feita com crianças do Ídolos. O programa não teve o mesmo sucesso do que a versão feita com adultos, foi exibido nas tardes de domingo e devido a baixa audiência, a Record acabou mudando a atração para as noites de sábado. O programa foi tornando-se desinteressante e a cada dia ia perdendo mais telespectadores, terminou com uma baixissíma audiência. Assim não teve uma terceira temporada.

Em setembro de 2015, a Band estreou o MasterChef Junior, uma versão do MasterChef, porém feito com crianças. O programa não teve o mesmo sucesso nem a mesma repercussão do que a versão feita com adultos, porém pode ser considerado um sucesso para os padrões de audiência da Band.O MasterChef deixava Band em vários momentos na liderança, já o MasterChef Junior conseguia picos de 6 pontos de audiência, mas não ficava na liderança.


Os possíveis motivos que  fazem com que  os realities shows com crianças tornem-se  menos interesssantes e tenham menos audiência e repercussão, pode ser o fato da competição entre crianças ter menos rivalidade entre os participantes, menos polêmicas, já que crianças são mais inocentes do que adultos.

Outro motivo pode ser o posicionamento dos jurados, pois com crianças têm que ser mais maleáveis, ter mais cuidado na hora de avaliar o participante. Afinal estão lidando com crianças e uma palavra colocada de forma errada pode abalar as estruturas psicológicas de uma criança.