Globo ignora autores veteranos, mas esquece que foram importantes para sua história

autores globo

Nos últimos dias surgiram informações de que dois autores veteranos da Globo, Gilberto Braga e Manoel Carlos, não escreverão mais novelas, apenas séries e minisséries, devido ao fracasso que foram suas últimas novelas. Manoel Carlos amargou a baixa audiência na novela Em Família, com personagens e história que tiveram rejeição do público. Gilberto Braga passou por uma situação semelhante a na novela Babilônia, ambas as produções estão na história da emissora como as piores novelas do horário nobre em termos de audiência.

Devido as duas produções mal sucedidas os autores não escreverão mais novelas, uma decisão um tanto quanto  errada da Globo, já que tanto Manoel Carlos como Gilberto Braga têm em seus currículos os maiores sucessos das novelas da Globo e crucificar autores renomados por um trabalho mal sucedido é uma decisão precoce demais.

Gilberto Braga ainda tem muita lenha para queimar como autor de telenovelas, tem uma vasta experiência e pode ainda escrever grandes  histórias. Em Babilônia, a culpa não é só do autor, que tinha uma história programada e por uma ordem da emissora, teve que mudar os rumos na sua história, assim não conseguiu fazer com que sua obra deslanchasse, já que teve que mudar de última hora a ideia original de sua novela.


Manoel Carlos anunciou que Em Família seria sua última novela, no caso do autor dá para entender sua aposentadoria das novelas, já que tem uma idade avançada e escrever novelas na idade do autor é um trabalho massacrante.

Gilberto Braga tem no currículo sucessos como  Senhora, Helena, Dona Xepa, Dancin’ Days, Vale Tudo e tantos outros. Manoel Carlos tem no currículo sucessos como: A Sucessora, Baila Comigo, Laços de Família, Por Amor, Presença de Anita e vários outros.

Essa não é a primeira vez que a Globo despreza seus autores após terem um trabalho que não foi bem sucedido. Em 2002 Benedito Ruy Barbosa escreveu a novela das nove Esperança, que não foi bem em audiência, após a novela o autor nunca mais escreveu uma novela para o horário nobre, foi rebaixado para o horário das seis e nunca mais escreveu histórias inéditas, apenas remakes de suas novelas.Treze ano depois o autor vai ter a chance de voltar ao horário nobre com a novela Velho Chico.

Carlos Lombardi e Antônio Calmon também foram desperezados pela emissora. Ambos colecionam em seus currículos  histórias de sucesso. Carlos Lombardi após ser ignorado pela emissora trocou a Globo pela Record e Antônio Calmon nunca mais escreveu nenhuma novela após o fracasso de sua última trama, Três Irmãs, exibida em 2008, no horário das sete. Escreve com pouca frequência algumas séries na Globo.