Celso Portiolli o eterno cupido da televisão

Sabadão Se Virar tem q Beijar

Celso Portiolli pode ser considerado o eterno cupido da televisão. O apresentador coleciona em sua carreira diversos programas com quadros de namoro. Em 1998, quando estava iniciando sua carreira, ele comandou o Xaveco, que era uma quadro de namoro exibido nas tardes de domingo do SBT. Na época a atração era um sucesso e ficava sempre na vice-liderança, perdendo apenas para o Domingão do Faustão.

De 2006 a 2007 apresentou o programa Charme que era apresentado anteriormente por Adriane Galisteu com a saída da apresentadora do SBT, Celso Portiolli assumiu o comando da atração que tinha diversos quadros e atrações musicias, mas um dos principais quadros do programa era um quadro de namoro. Na época o programa era vice-líder de audiência.

Com o fim do Charme em 2007, Celso Portiolli passou a comandar o Namoro na TV e etc…, o programa tinha quadros feitos com crianças e um dos quadros da atração era um game de namoro. O programa era exibido nas tardes de sábado, mas não durou muito e ficou apenas alguns meses no ar.


Em 2015 com a redução do Domingo Legal que perdeu boa parte de seu horário para os desenhos do Mundo Disney, o apresentador ganhou um novo programa, uma nova versão do Sabadão. A atração tem diversos quadros e atrações musicais e um dos principais quadros é um quadro de namoro, o Se Virar Tem que Beijar. O Sábadão não é um grande sucesso, mas também não é um fracasso, costuma ficar na terceira colocação, atrás de Sérginho Groisman e Marcos Mion.

Ao invés de se reinventar o apresentador prefere viver à sombra do passado e ficar atrás da audiência fácil e do formato que já está pronto. Assim, o apresentador se torna só mais um na televisão e perde a chance de ser um grande apresentador, com programas inovadores e criativos.