Pela segunda vez, vilão de Tony Ramos é rejeitado no horário nobre

Tony Ramos A Regra do Jogo

Em 1998, Tony Ramos vivia  José Clementino um homem violento, que foi condenado por assassinar sua ex-mulher, a novela era Torre de Babel de Silvio de Abreu. O telespectador acostumado a ver Tony Ramos interpretar personagens calmos e de bom caráter, se assustou ao vê-lo na pele  do vilão Clementino. A novela tinha vários problemas de rejeição e consequentemente refletia na audiência. Assim a solução encontrada pelo autor foi explodir o cenário principal da trama, o shopping Tropical Towers e todos persongens que eram rejeitados pelo público morreram na explosão. Com exceção do personagem de Tony Ramos que era protagonista  e sobreviveu a explosão, porém o autor mudou a personalidade de Clementino, que era rejeitado pelo público, pelo fato de ser mau-caráter e ser violento demais. José Clementino de mau- cárater, passou a ser um mocinho na trama. Após a reformulação da novela, Torre de Babel decolou.

Dezessete anos depois, Tony Ramos volta para o horário nobre interpretando um personagem mau-caráter. Em A Regra do Jogo, Tony Ramos interpreta o bandido Zé Maria, líder de uma facção de criminosos que  não mede esforços para conseguir seus objetivos e se dar bem, e quem estiver no seu caminho ele mata se achar necessário.

Pode ser uma simples coincidência, mas pela segunda vez o telespectador rejeita um persongem mau-caráter, interpretado por Tony Ramos no horário nobre. Já que a novela A Regra do Jogo enfrenta graves problemas de audiência, que podem ser atribuídos a diversos fatores, entre eles de acordo com uma pesquisa feita pelo Rede Globo, para entender os motivos da baixa audiência da novela, o público revelou achar estranho Tony Ramos interpretar um bandido cruel, preferem ver o ator interpretando um homem bom.


Tony Ramos é considerado um dos maiores atores do Brasil, consegue convencer e dar veracidade a todos tipos de persongens independente de ser bom ou mau caráter.