O que há de errado com A Regra do Jogo


A novela A Regra do Jogo está há dois meses no ar e veio  com a promessa de alavancar a audiência que foi perdida pela antecessora Babilônia, porém não conseguiu cumprir a missão e aumentar a audiência da emissora no horário nobre e  protagoniza um fato inédito no horário, sendo a primeira novela das 21h a perder em audiência para uma novela da Record.

A trama de João Emanuel Carneiro enfrenta a bem sucedida Os Dez Mandamentos, que é o principal problema, se não tivesse uma concorrente tão forte talvez teria um ibope bem melhor. Comparando com os dois últimos fracassos do horário nobre Em Família e Bailônia, A Regra do Jogo se sai muito melhor, no quesito história.

Outros aspectos prejudicam o sucesso de A Regra do Jogo, a história é um pouco confusa, o principal núcleo da trama, que é o núcleo de uma facção é cheia de mistérios e personagens que escondem sua verdadeira personalidade, uma característica típica do autor João Emanuel Carneiro que na maioria de suas novelas escondem do público e dos outros personagens o  caráter de suas figuras. Em A Regra do Jogo, Zé Maria (Tony Ramos) no início se dizia uma pessoa do bem, depois revelou ser um bandido. O mesmo acontecia com Romero Rômulo (Alexandre Nero), que no início tinha um caráter, posteriomente tem outro. Na novela A Favorita exibida em 2008, do mesmo autor, as protagonistas Flora (Patrícia Pilar)  e Donatela (Cláudia Raia) se diziam inocentes em relação a um assassinato, porém a novela só decolou depois que a verdadeira culpada foi revelada. Ter mistérios em uma novela é interessante, agora muitos mistérios em um núcleo só, acaba tornando a trama confusa demais.

A novela possui muitos núcleos cômicos, que ficam no ar por muito  tempo, as cenas são engraçadas e a maioria deles funcionam, mas para o telespectador torna-se cansativo ver praticamente um bloco da novela com cenas dos núcleos cômicos. Poderiam intercalar cenas cômicas com dramáticas, assim tornaria-se menos cansativo. Nesse quesito a novela é 8 ou 80, têm capítulos que se dedicam o tempo inteiro exibindo cenas dos núcleos cômicos, já em outros capítulos o núcleo engraçado da trama praticamente não aparece, precisa de uma dosagem melhor na distribuição dos núcleos em cada capítulo.
Pelo fato da novela abordar no núcleo central uma facção de criminosos, acaba tornado uma história completamente violenta, com muitas cenas de tiros e pancadarias.
Alguns personagens ainda não mostraram a que veio, como é o caso de Renata Sorrah e José de Abreu, que nos dois meses da novela no ar, não tiveram aproveitamento na hisória a altura do seu talento, parecem dois figurantes de luxo na trama, embora ainda seja cedo para falar sobre isso, mas até o presente momento seus personagens não mostraram a que veio. Pode ser que no decorrer da novela tenham importância na história. Até porque seria jogar no lixo dois talentos como é Renata Sorrah e José de Abreu.
A Regra do Jogo é uma novela muito fria, que precisa ter personagens mais humanizados que consigam se aproximar do telespectador e fazer com que quem assite a trama se identifique com algum personagem na história. Até agora nenhum personagem caiu nas graças do público.
Assim, pode se dizer que o grande problema de A Regra do Jogo é a concorrência, mas se alguns ajustes fossem feitos na história poderiam ter um resultado bem melhor.