Alegria de Xuxa contagia estreia na Record

Xuxa Meneghel

A estreia de Xuxa na Record, na noite desta segunda-feira (17), às 22h30, não foi perfeita, foram muitos os problemas técnicos, principalmente de áudio e iluminação, mas nada conseguiu ofuscar a alegria estampada no rosto da apresentadora ao retornar para a televisão. Solta, descontraída, livre, leve e solta, Xuxa abusou das tiradas irônicas e irreverentes e se mostrou uma humorista de carteirinha.

O Xuxa Meneghel começou como uma sequência da chamada do programa, com Xuxa sendo entrevista e contratada pelo RH da Record. Logo depois ela mostrou seu cenário, interagiu com a plateia, falou sobre a realização de estar apresentando um programa com liberdade, brincou com o público e não deixou de mencionar a inspiração em Ellen DeGeneres. Influência esta que deveria ser substituída por Hebe, que por sinal também foi lembrada por Xuxa.

A eterna ‘Rainha dos Baixinhos’ ainda reforçou sua admiração e vontade de conversar com Silvio Santos e garantiu que estará no Teleton 2015, no SBT.


O programa de estreia contou ainda com a presença desnecessária e deslocada dos protagonistas de Os Dez Mandamentos, que fizeram figuração no sofá de Xuxa, enquanto ela fazia comédia na gravação da novela.

Alexandre Pires fez uma participação musical tímida e também avulsa no programa. Uma presença muito bem sacada foi a da Erica (protagonista do episódio “senta lá Cláudia”). Xuxa recebeu a menina, que hoje é uma mulher e pediu desculpas pela grosseria no passado. “Cláudia” ganhou ainda cadeira cativa no Xuxa Meneghel.

No Toc Toc, Xuxa, de surpresa bate na porta de fãs, no quadro, pouco original, a apresentadora disse que vai percorrer o Brasil para conhecer seus admiradores.

Por ser um programa de estreia, não deu para sentir ainda quais e como serãos os quadros e a dinâmica da atração. Mas o que conta mesmo é que Xuxa está à vontade e sabe sim fazer programa ao vivo. Irreverente, espontânea, natural, Xuxa é muito melhor sem roteiro. Ela não sabe atuar, é péssima atriz, mas se sai muito bem sendo ela mesma, falando o que vem na cabeça e agindo conforme quiser.

Por isso mesmo não faltaram cutucadas e indiretas para a Globo, como no momento quando Tom Cruise desejou boa sorte para Xuxa e promoveu seu novo filme Missão Impossível 5. A loira aproveitou o gancho e disse que pode vir Duro de Matar 1,2,3, uma referência ao Tela Quente da Globo, seu concorrente no horário.

Um cenário amplo, clean, capaz de permitir muitas atrações no palco e que foi pouco aproveitado na estreia, mas deve ser melhor utilizado nas próximas semanas. Xuxa infelizmente vestia preto, o que contrastou e muito com o sorriso em seu rosto. Ela poderia ter optado por um figurino mais alegre. O cabelo de Xuxa também não estava bem feito, logo no começo do programa já se espatifou todo assim, como os acessórios usados por Xuxa, no caso os brincos, que precisaram ser retirados por atrapalhar o microfone.

Nas redes sociais não se comentou outra coisa na noite desta segunda-feira (17), #XuxaNaRecord ficou em primeiro lugar no Trendig Topics do Twitter. A audiência não foi das melhores, por ser a estreia se esperava bem mais. Dados prévios mostram que Xuxa Meneghel oscilou entre 9 e 11 pontos, bem abaixo da estreia do Gugu, por exemplo, que marcou 17 pontos de média. Mas conseguiu garantir a vice-liderança com certa folga.

Mas é prematuro dizer se será um sucesso ou fracasso. Se as melhorias e acertos necessários forem feitos é possível que Xuxa conquiste um público fiel às segundas-feiras, carente de um programa de variedades com pautas interessantes. Mas tudo vai depender do que vamos ver nos próximos dias, a julgar pelo primeiro programa, não teve conteúdo bom, ficou longe de ser uma atração interessante. O show foi mesmo Xuxa, que dominou o palco e irradiante contagiou a plateia, que contou com a presença da filha Sasha e do noivo Juno.

Ficou claro que Xuxa quer se divertir, fazer tudo que não pôde fazer em 32 anos de carreira, explorar suas habilidades e estar próxima de seu público, interagindo o máximo possível com quem admira seu trabalho e a quer ver feliz.