Silvio Santos e Celso Portiolli

Celso Portiolli tem uma história interessante na televisão brasileira, o jovem rapaz que nasceu no Paraná e se destacou no rádio pelo interior do Brasil, chegou ao SBT depois de apresentar sugestões para as pegadinhas do Programa Silvio Santos.

A criatividade inicial de Celso Portiolli despertou o interesse de Silvio Santos, que possivelmente viu nele um talento promissor. Em 1996 Celso Portiolli, depois de algum tempo na produção do Topa Tudo Por Dinheiro, ganha seu primeiro programa, o Passa ou Repassa, em 1996.

De lá para cá, foram várias as atrações apresentadas por Celso Portiolli. Tempo de Alegria, Xaveco, Fantasia, Curtindo Uma Viagem, O Conquistador do Fim do Mundo, Código Fama, Ver Para Crer, Charme, Namoro na TV, Curtindo com Reais, entre outros, até chegar ao Domingo Legal.


Com exceção do Passa ou Repassa, que foi um sucesso e do Curtindo Uma Viagem, os demais programas apresentados por Celso Portiolli foram um fracasso. Em alguns deles o apresentador caiu de paraquedas, foi colocado como substituto, mas encarou o desafio.

Por anos, Celso Portiolli serviu como um tapa buracos do SBT, substituindo apresentadores que deixavam a emissora, cobrindo espações na grade de programação. Isso fez com que Celso Portiolli tivesse, inclusive, pensado em deixar o SBT, quando surgiu a oportunidade de substituir Gugu, que foi para a Record.

Celso Portiolli

Comandar o Domingo Legal, um programa tradicional da televisão brasileira, apesar de mais uma vez ser substituto, seria a chance de Celso Portiolli mostrar que não é apenas um apresentador de game show e que saberia ser um animador de auditório, possível sucessor de Silvio Santos.

Mas Celso Portiolli não foi por esse caminho, à frente do Domingo Legal o apresentador se manteve como o mesmo de sempre, aos poucos o programa que era de Gugu foi se tornando mais uma atração de games, ressuscitaram o Passa ou Repassa, que atualmente ocupa boa parte do Domingo Legal.

A culpa não é somente de Celso Portiolli, mas também da direção do Domingo Legal. O programa peca pela falta de criatividade, inovação e iniciativa. Roberto Manzoni, o Magrão, que comandou Gugu em seu auge, parece que perdeu a mão e não tem a menor boa vontade com Celso Portiolli.

Tudo isso fez com que o Domingo Legal fosse se desgastando e quando Geraldo Luís estreou o Domingo Show na Record, passou a impor sucessivas derrotas ao SBT. 

Geraldo Luís se mostrou um verdadeiro animador, com pautas diferenciadas, mix de jornalismo e entretenimento, ofuscando Celso Portiolli no começo das tardes de domingo.

Agora, o SBT vai retirar duas horas do Domingo Legal, que ao invés de começar às 11h, passa a ser exibido a partir das 13h. No lugar o canal de Silvio Santos vai colocar a programação infantil com conteúdos da Disney.

Para consolar Celso Portiolli, Silvio Santos dará a ele um programa nas noites de sábado. Ainda não se sabe qual será o estilo da atração. Mas a julgar pelo retrospecto de Celso Portiolli, será mais um game show, que irá competir com Legendários, na Record.

Veja: Celso Portiolli ganha programa aos sábados no SBT

Se Celso Portiolli fracassar na disputa com Marcos Mion, que por sinal vai muito bem de audiência, o SBT pode decretar o fim do apresentador, que um dia já foi cotado para ser o novo Silvio Santos. Mas nem tudo está perdido, se ele se destacar no novo desafio, ainda pode se tornar um grande apresentador.