SBT repete erro e vai desgastar o Cozinha Sob Pressão


O SBT não aprende a lição, programa de temporadas não deve ser produzido em excesso, mais de uma edição por ano, a atração se desgasta e o público perde o interesse, cansa de assistir. Foi assim com Supernanny, Esquadrão da Moda, Casa dos Artistas e outros formatos que o SBT adaptou, fez sucesso no início, mas com o erro de produzir temporadas muito seguidas, esses programas perderam público.

Os formatos foram explorados a exaustão, um deles, Esquadrão da Moda, até deixou de ter temporadas e passou a ser fixo na grade aos sábados e embora renda faturamento, não dá grande audiência, muito menos repercussão.

O mesmo parece que deve acontecer com o Cozinha Sob Pressão, o reality culinário, que já não foi um sucesso na primeira temporada e não está sendo na segunda, vai ganhar uma terceira edição ainda este ano.


Segundo a coluna Outro Canal, o SBT acaba de garantir a continuidade do Cozinha Sob Pressão aos sábados, às 21h30, ou seja, quando terminar a temporada que está no ar, que deve acontecer em julho, a emissora dará uma pequena pausa para exibir o Bake Off Brasil – Mão na Massa, mas em seguida, em setembro, a terceira edição do Cozinha Sob Pressão deve entrar no ar.

Tudo isso por conta do bom retorno comercial, o reality culinário é uma mina de dinheiro, mas convenhamos, esse programa poderia, assim como nos EUA e outros países, ter uma edição por ano, O Hell’s Kitchen estreou em 2005 e está no ar até hoje, com nove temporadas, duvido que por aqui dure tanto tempo.

A Band está fazendo o certo com o MasterChef, que por sinal é um sucesso. A atração tem uma edição por ano e pronto. O público esperou ansioso pela segunda edição que começou na terça-feira (19).

Se seguisse o exemplo, SBT teria um programa rentável e interessante por alguns anos, mas não, vão esgotar o formato em pouco tempo. Olha o exemplo da Casa dos Artistas, que foi um sucesso na primeira edição, fizeram uma segunda logo depois e uma terceira desgastando a atração que acabou. O BBB, da Globo, que tem apenas uma edição ao ano, está no ar até hoje, com 15 edições.

Isso prova que falta planejamento e visão estratégica aos executivos do SBT. O ideal seria que a emissora fizesse um revzamento de programas ao longo do ano, o público se acostumaria com as atrações e o sucesso seria garantido. Fica a dica!