Segunda temporada de Superstar estreia na Globo e falha se repete


A segunda temporada do Superstar estreou na noite desse domingo (11), na Globo e mais uma vez repetiu a falha que já havia acontecido na primeira versão, em 2014. O reality de competição musical entre bandas, que tem como principal ferramenta de avaliação das apresentações, a votação do público via aplicativo de celular, voltou a sofrer com o alto número de instalações e as reclamações do público nas redes sociais foi o destaque da estreia.

Versão brasileira de um programa israelense, o Superstar 2015 segue o mesmo formato do original, mas nesse ano a Globo decidiu trocar os jurados. Saíram Ivete Sangalo, Fabio Jr. e Dinho Ouro Preto, entraram Sandy, Thiaguinho e Paulo Ricardo.

Um trio mais calmo e acertivo do que o da primeira temporada, eles analisaram com critério as apresentações, apontaram falhas, elogiaram os que mereceram e o resultado mostra que a Globo acertou na troca.


Fernanda Lima segue no comando do Superstar e como sempre se saiu bem. Outra mudança visível na segunda temporada foi a redução no número de bandas a serem classificadas por semana, agora serão apenas cinco. As demais são encaminhadas para uma repescagem, dando mais dinâmica à atração.

Segundo dados do Ibope, a atração registrou uma boa audiência durante a sua exibição, ficando com média de 11,5 pontos, com pico de 13,7. Ocupando o primeiro lugar.

O SBT ficou em segundo com 7,4, a Rede Record em terceiro com 6,5 e a Band em quarto com 3,7.