Cozinha Sob Pressão não empolga como a versão original


Cozinha Sob Pressão

Sucesso em vários países do mundo, o reality culinário Hell`s Kitchen parece não ter empolgado o público brasileiro. A versão nacional, produzida pelo SBT e com o nome de Cozinha Sob Pressão estreou no sábado 11 de outubro e ainda não emplacou, se é que vai emplacar.

Mais uma vez o SBT consegue estragar um formato consagrado na TV mundial, escolhe mal o dia e horário de exibição (sábado, das 18 às 19h) e vê um bom produto ser desperdiçado. Nos dois episódios exibidos até o momento, a audiência ficou na casa dos 5 pontos e o terceiro lugar no Ibope, atrás de Globo e Record.


Os números até não são ruins para a faixa de exibição, mas também não acrescentou em nada à emissora, já que antes com a Supernanny e depois com o seriado Chaves a audiência era semelhante.

Além do dia e horário, outro problema é que, diferente da Band, que adaptou para o Brasil e seguiu a risca o formato de outro reality culinário, o Masterchef, o SBT tem tentado abrasileirar o Hell`s Kitchen e não está dando certo.

O Cozinha Sob Pressão não repercute na mídia, e tão pouco nas redes sociais, diferente do Masterchef, que exibido as terças-feiras, à noite, na Band, tem garantido boa audiência na TV e na redes sociais.

No comando da atração, o chef Carlos Bertolazzi, que substituiu às pressas Jefferson Rueda após ele ter deixado o programa, evita comparações com o programa culinário concorrente e com o chef-celebridade Gordon Ramsay, que comanda o Hell`s Kitchen na versão americana.

Gordon é um verdadeiro carrasco e ganhou notoriedade pelo estilo agressivo e durão, Bertolazzi até tenta, mas não chega nem aos pés de Gordon, em se tratando de personagem para a TV.

Cenário pobre, efeitos visuais e gráficos primários, iluminação ruim e elenco fraco, nada tem ajudado o reality do SBT. Perto do reality da Band e da versão original de Hell`s Kitchen, o Cozinha Sob Pressão deixa muito a desejar.

O programa está previsto para ir ao ar até janeiro de 2015, quando o vencedor ganhará o prêmio de R$ 100 mil em barras de ouro. A cada semana um candidato a chef de cozinha é eliminado da atração, que simula a rotina agitada de um restaurante de verdade.

Vamos ver se até o fim o Cozinha Sob Pressão consegue entrar nos trilhos e ganhar uma próxima temporada. Acho bem difícil, a não ser por questões comerciais, afinal é um bom produto para atrair anunciantes.