G3R4ÇÃO BR4S1L

Cumprindo o que prometeu em suas chamadas, a nova novela das 19 horas, G3R4ÇÃO BR4S1L tem tudo para deslanxar no decorrer dos capítulos. Apesar da baixa audiência da estreia nesta segunda (5), considerada a menor da história da TV Globo, média de 24 pontos, a trama reúne ingredientes que já deram muito certo em outros folhetins.


Personagens caricatos, sotaques carregados, nesse caso o inglês misturado com português, tecnologia, humor, romance e drama formam um mix que dificilmente desagrada.

Moderno e voltado para o assunto computadores, internet e afins, a novela de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira, os mesmos autores de Cheias de Charme, com direção de núcleo de Denise Saraceni, reúne ainda o fator show buzz, fama, mídia, temperos que deram muito certo na novela Celebridades, de Gilberto Braga.

O personagem de Murilo Benício, Jonas Marra, uma clara alusão a Steve Jobs e Bill Gates, traz em sua interpretação a mesma propriedade que sempre carrega, o cômico, misturado com o atrapalhado, que mesmo assim se deu bem na vida.

Claudia Abreu, como sempre, deve roubar a cena com sua para lá de over, Pamela Parker, uma personalidade da mídia, meio americana, meio brasileira, cheia de mistérios e muito, muito, hilária.

Luís Miranda no papel de uma mulher, Dorothy Benson, mãe do guru interpretado por Lázaro Ramos, Brian Benson, prometem ser o centro das atrapalhadas e a garantia de muitas risadas.

No geral a trama agradou, jovem, antenada na atualidade, com bom elenco, texto e direção primorosos, G3R4ÇÃO BR4S1L deve repetir o mesmo êxito de Cheias de Charme em 2012, quando a Globo costuma registrar índices superiores a 30 pontos no horário.

A realidade hoje é outra e se a nova novela das 19 horas conseguir manter o Ibope na casa dos 25 de média, já terá sido um feito. Pelo bom conteúdo apresentado na estreia isso não será tarefa das mais difíceis. Vamos conferir e aguardar.