Domingo Show aposta em sensacionalismo para se manter na liderança


O lema do Domingo show da Record é sensacionalismo a qualquer preço. O programa que já está na sua 3ª semana, vem se mantendo na liderança, tudo isso graças ao excesso de apelação que o dominical apresenta.

Na tarde de hoje (06) os três convidados que pisaram no palco do programa, todos caíram em  lágrimas. Juliana, a esposa do anão Marquinhos, se emocionou ao falar da sua gravidez e ao saber o sexo do seu bebê. A dupla Fernando & Sorocaba entrou no clima de lágrimas e também se emocionou ao ver os depoimentos de pessoas com câncer que a dupla ajuda. Já Marcelo Rezende participou do quadro Roleta da Morte e no final recebeu uma homenagem em forma de reportagem, mostrando todas as crianças que são fãs do apresentador e mais uma vez caiu em lágrimas.

Sem falar em Rodolfo Carlos que foi o ponto alto da atração, não esteve no palco do programa, mas foi o entrevistado de Geraldo Luis através de uma grande matéria em que revelou o motivo do fim da dupla Rodolfo & E.T., e o ex- repórter caiu em lágrimas ao relembrar do ex-parceiro de televisão. O programa não deveria chamar -se Domingo show, pois não tem nada de show, mas sim Chorando na TV.


Programas sensacionalistas como o Domingo show, pode representar um perigo, até porque a audiência pode ser traiçoeira, ou seja, no começo dá-se picos de audiência, depois o público cansa desse gênero  e vai em busca de coisas novas na TV.

Temos diversos exemplos de programas sensacionalistas do passado que explodiram em audiência no começo depois não se sustentaram na grade da emissora, podemos citar os Programas do Ratinho na Record e no SBT, que foi fenômeno de audiência graças ao velho sensacionalismo; os programas de Márcia Goldsmith na Band e até mesmo o Domingo Legal no seu auge dos anos de 1990, que também tinha carro chefe o sensacionalismo.

Agora só nos resta esperar pra ver quanto tempo o Domingo show ficará no ar explorando as lágrimas alheias.