Aprendiz Celebridades promete ser o mico do ano na Record


Aprendiz Celebridades

Para lá de vergonhosa é a definição para a estreia do Aprendiz Celebridades. O reality que já estava desgastado em seu formato original, com pessoas anônimas, em busca de uma vaga de trabalho e um prêmio milionário, tornou-se ainda pior na versão com famosos.

O primeiro episódio já deu o tom da ‘palhaçada’ que está por vir. Elenco mal escalado, personalidades fracas, sem expressão, devem fazer desse programa o pior da história. Em sua nona temporada, o reality comandado por Roberto Justus em nada acrescenta à programação da Record e promete ser o mico do ano na emissora.


Para começar, a primeira prova dos 15 candidatos foi ridícula, em um picadeiro de circo, os famosos tinham que entreter o público e convencer os avaliadores Roberto Justus, Renato Santos e Cacá Rosset de que eram capazes de fazer a plateia rir e se divertir. Por falar em Cacá, o que ele faz ali? O programa pretende revelar um novo ator ou atriz? Afinal ele é diretor de teatro, ou não?

A atriz Andrea Nóbrega, a ex-jogadora Ana Moser, a socialite Beth Szafir, a repórter Maria Cândida, a ex-miss Priscila Machado, a atriz Mônica Carvalho, a modelo Michele Birkheuer, o músico Amon Lima, Christiano Cochrane, o ator Pedro Nercessian, o ator Nico Puig, o ex-piloto Raul Boesel, o músico Kid Vinil, o cantor Nahim, e a atriz Alexia Deschamps, devem sair do programa ainda mais em baixa do que já estão. Pelo que já deu para perceber, a atração pretende esculhambar com as ditas ‘celebridades’ e, por incrível que pareça, esta foi a única parte interessante do programa. Ver gente de nariz empinado mostrar se incapaz de realizar uma tarefa básica será a glória!

Aliás, Alexia Deschamps foi a primeira eliminada, se deu mal na primeira prova e já tomou um pé na bunda. Não houve o clássico “você está demitida”, já que não ocorreu uma tarefa em grupo, relacionada ao objetivo principal do Aprendiz. “Ela titubeou, mostrou insegurança”, explicou.

Curiosamente, Justus está mais contido nessa temporada, não foi grosso com os famosos como acostumava ser com os pobres mortais de outras edições. Cacá Rosset foi quem falou mais duro com os participantes, dizendo que até mesmo os atores foram péssimos em uma prova que consistia basicamente em fazer teatro.

Na sequência os participantes realizaram outras provas com frutas, verduras e legumes, uma verdadeira quitanda. Eles também se dividiram em dois grupos, que devem se enfrentar nas próximas provas.

Nos EUA, apresentado por Donald Trump, a versão com celebridades foi a solução encontrada para renovar o fôlego do reality a partir da sétima temporada. Desde 2008, já foram seis programas neste formato e um sétimo será exibido ainda em 2014. A audiência segue em queda constante, mas ainda em um patamar considerado atraente para os produtores e para a rede NBC.

Dados preliminares de audiência apontam que o programa brasileiro estreou em terceiro lugar em São Paulo, com 6 pontos no Ibope, atrás de Globo (18) e SBT (7).