Joia Rara se arrasta para cumprir a quantidade de capítulos


Apresentada para ser mais um marco na teledramaturgia brasileira Joia Rara da TV Globo vem se arrastando para cumprir os capítulos que ainda faltam. A história se desenrolar em um baile de carnaval, uma semana após a ocorrida no mundo real mostra que tramas muito extensa não tem folego suficiente para se sustentarem na telinha.

A novela das seis é bem escrita e a produção faz jus os altos investimentos feitos pela emissora. Com destaque para a pequena Mel Maia, Joia Rara tem de tudo para entrar para a galeria dos melhores folhetins, mas para isso acontecer tem algo muito importante que deve de logo acontecer. Segundo o que relatou Maurício Stycer em seu blog, a novela tem que logo acabar.

Já se foram mais de 150 capítulos e faltam ainda em torno de 20. A longa duração do folhetim faz com que o ânimo dos autores Duca Rachid e Thelma Guedes e dos telespectadores venha se esgotando. Dois dos principais vilões, Ernest (José de Abreu) e Silvia (Nathalia Dill), se redimiram, deixando todas as possibilidades de conflito nas mãos de Manfred (Carmo Dalla Vecchia). Tornando-se a novela de um drama só.


Ainda há o que se resolver, mas o desgaste da trama pode ser visto quando uma semana após a do mundo real a história começa a se desenrolar em uma festa de carnaval, o que se faz levantar duas constatações: a novela está sendo esticada e a trama já se tornou cansativa.

Corrigindo isso a Globo deve lançar no próximo dia 7 de abril “Meu Pedacinho de Chão”. A próxima novela das seis terá apenas 100 capítulos e 20 personagens. Trata-se de uma redução de tudo para que se apresente mais dinamismo no ar.