Janete (Daniela Fontan) em O Outro Lado do Paraíso
Janete (Daniela Fontan) em O Outro Lado do Paraíso (Divulgação/ TV Globo)

Por André Romano

Eu considero Outro Lado do Paraíso uma novela agridoce. Em certos núcleos, Walcyr Carrasco mostra a realidade da vida de uma forma nua e crua. Mas costumo dizer que sempre destoa mais para o ‘azedinho’ da vida, do que realmente paras as doçuras do cotidiano em si. Para equilibrar uma trama tão pesada e com núcleos cheios de maldade, uma personagem em si, traz um colorido leve ao núcleo vingativo de Clara (Bianca Bin). Trata-se de Janete, personagem da polivalente Daniela Fontan, uma atriz que realmente ama seu ofício. E representa como ninguém esse povo brasileiro, que mesmo devido às lutas, nunca pensou em desistir. A prova viva disso é a sua participação na trama global, que a princípio só faria uma participação, mas devido o seu talento e seu o carisma sem igual, a profissional agradou tanto, que voltou para o folhetim de Carrasco.

Suas cenas são sempre bem comentadas nas redes sociais. Como dizem: ‘quebra a internet’. Mérito de uma equipe competente e de seu humor único. Sem cair na caricatura, Daniela transformou sua Janete em uma personagem adorável e extremamente sensível. Ela não se leva a sério. E dar vida a um personagem desse tipo nos dias atuais, é realmente um alívio. Nos dias atuais, não podemos mais nada. Ainda bem que ainda não apareceu a Associação das Empregadas Fofoqueiras do Brasil para criticar a atuação da atriz. Enfim!

Leia também: O Outro Lado do Paraíso: Samuel descobre que Suzy o traiu com Helder: “Adúltera”

Além de não ter trava na língua, nos próximos capítulos, iremos perceber que a ruína envolvendo o castelo de Clara, acontece devido à língua solta de Janete. Mas isso que faz a trama de Walcyr tão amável e humana.

Mesmo sendo uma  personagem cômica, Daniela representa milhares de brasileiras (no caso, as secretárias do lar), que saem de seu lar para trabalhar na casa de família e com dignidade, garantir o seu sustento. Janete é sem sombras de dúvida, a personagem mais colorida do folhetim de Carrasco. Mérito dessa atriz porreta, que interpreta com alma e coração e isso fica nítido no olhar de sua Janete. Que venham mais projetos para essa artista brilhante. Como dizem no teatro: ‘Muita merda para você, Daniela Fontan!’. Você merece só o melhor!

Últimos vídeos do Canal no YouTube