James Akel | O suicídio do entretenimento da TV Record

Os Dez Mandamentos termina em 20 de novembro

Jogar fora um produto da TV Record que bateu 24 de ibope é suicídio da emissora. A novela Os Dez Mandamentos bateu 24 de ibope em São Paulo e 26 no Rio, terra da TV Globo.

Acabar com uma novela destas que poderia ficar mais um ano em cartaz e com sucesso demonstra que não estão sabendo lidar com sucesso e com estratégia numa emissora que teria tudo pra enfrentar de verdade a TV Globo.

Pelo que a diretoria da TV Record vai fazer, o salário deles deveria ser pago pela TV Globo que vai ser a grande beneficiada.


Os bastidores da TV Globo mostram risadas de diretores quando sabem das ideia loucas da diretoria da TV Record sobre mudança de programação. Primeiro a diretoria da TV Record quer reduzir o tempo de programa de Marcelo Rezende justo no horário de seu maior ibope.

Das 17 às 19hs Marcelo fica entre 5,5 e 6,5.
Das 19 às 20hs ele vai pra 8 e 9.
Das 20 às 20,30hs Marcelo vai pra 17 e até passa de 21 quando passa 20,30hs.

Interromper o Marcelo Rezende às 19,30hs representa ibope de 6 que ele entregaria pra novela Escrava mãe que nem mantêm este ibope.

Isto é didático e nos espanta que a diretoria da TV Record, com Marcelo Silva e Paulo Franco nem entendam disto. Não poderiam ser diretores de comando de programação sem entenderem ibope.

Atualmente a TV Record vem mantendo média de ibope diário acima do SBT. Com a futura programação a média da TV Record, que é superior ao SBT exclusivamente por causa do jornalismo, vai cair e pode perder pra SBT.

Até a terceirização de entretenimento da TV Record entregando tudo pra produtora Casablanca deve derrubar ibope.

Marcelo Silva nem conhecia a Casablanca que lhe foi apresentada por Paulo Franco que a conhece desde tempos antigos e levou a Casablanca pra TV Record no passado, depois levou a Casablanca ao SBT quando Paulo Franco dirigia aquele show de insucesso de Roberto Justus e depois levou a Casablanca pra Fox quando por lá passou e agora leva de novo a produtora Casablanca pra TV Record.

O mercado publicitário tem a Casablanca sendo de custos bem caros. Não vamos esquecer que no ano passado, em reunião pessoal do Bispo Edir Macedo com o pessoal de jornalismo, o Bispo deixou escapar que a única coisa boa na TV Record é o jornalismo.

Por James Akel
www.facebook.com/jamesakel

*As opiniões expressas nesta coluna são de total responsabilidade de seu idealizador.

CONFIRA A COLUNA COMPLETA DE JAMES AKEL