Conheça Felipe Roque, o Kim de A Regra do Jogo


Felipe Roque, que dá vida ao mimado Kim em A Regra do Jogo, conversou com o Observatório da Televisão e contou um pouco de sua transição das passarelas para a tela da tevê. “Está sendo muito natural essa minha transição. E, posso confessar, está sendo delicioso”, relatou o rapaz de 28 anos, que tem uma longa caminhada pela frente.

Confira o papo:

Você modelou por muitos anos. E, recentemente, vem se dedicando ao teatro. Como está sendo essa transição para a tevê?


“Está sendo um grande aprendizado. Está sendo engrandecedor para mim. Eu venho do teatro, uma escola completamente diferente da televisão. Esse ano, eu tive a oportunidade de fazer o meu primeiro longa-metragem, que estreia em Outubro. Se chama: S.O.S. Mulheres ao Mar 2, que tem uma galera de peso no elenco. Estou adorando ser dirigido pela Amora Mautner na novela. Ela está inovando na forma de dirigir. A caixa cênica deixa o ator muito mais à vontade. Nessa nova técnica, o ator não se defende da câmera. Ela vai atrás do ator. Essa linguagem é muito mais de teatro. Está sendo muito natural essa minha transição. E, posso confessar, está sendo delicioso.”

E, como foi compor esse ‘filhinho de mamãe’?

“Eu fiz uma preparação com Ana Dias Carter e com a Bia Oliveira, elas me ajudaram bastante nesse processo. Me ajudaram a encontrar coisas em mim, que se assemelham ao personagem. O personagem e eu temos um estilo de vida muito parecido. Eu amo surfar, e, ele também. Eu me inspirei também em alguns amigos. Tenho três amigos, que são a cara do personagem (risos). Me baseei muito neles para compor. É isso.”

Ele irá se envolver com a prostituição, certo?

“Então, não tem nada escrito em relação a isso. Eu ainda estou recebendo os capítulos. Recebi até o capitulo 24. Isso é uma coisa que está sendo proposta. Mas, não tem nada certo. Mas, já estou pesquisando sim, e, conhecendo gente desse meio. Estou fazendo isso com as minhas preparadoras. Está sendo um processo maravilhoso.”

A maioria dos ex-modelos que começaram a atuar, foram bombardeados pela critica especializada. Você está preparado para as criticas negativas?

“Estou preparado sim. Crítica faz parte. Eu acho inclusive, que uma critica positiva não faz você crescer muito. Enquanto a crítica negativa é um ponto positivo que faz você se apegar e trabalhar encima. E, torna disso um impulso para o seu trabalho.”

Você está preparado para o assédio feminino?

“Eu acho que vai ser tranquilo. Está tudo ainda no inicio. Eu não tenho ideia do que esperar disso.”

E, a interação com os atores do elenco de A Regra do Jogo?

“Está sendo uma experiência maravilhosa! O Marcos Caruso e o Marcelo Novaes estão sendo muito generosos comigo. Sem falar no Otávio Müller e na Alexandra Richter, que serão os meus pais na trama. Eles me ajudam muito. Está sendo tudo incrível.”

E, trabalhar com a Amora Mautner?

“É uma delícia. Ela tem uma energia muito boa. Ela traz todos os atores para o estado de energia dela. Fica todo mundo em uma única vibe. Esse é o diferencial. E, vocês podem esperar um trabalho incrível. Além, de ser uma das melhores diretoras de sua geração.”

Para você, vale tudo na regra do jogo da vida?

“Eu acho que tem que ser feliz. Mas, não pode fazer nada para atrapalhar a vida do próximo. Sendo assim, vale tudo para ser feliz.”

André RomanoPor André Romano
Contato: andreromanoo@gmail.com
Facebook: www.facebook.com/andre.romano.524
Twitter: twitter.com/romanoandre