Priscila Fantin revela: “Malhação teve toda importância na minha trajetória profissional”

priscila fantin
Priscila Fantin (Divulgação)

Priscila Fantin é do tipo de pessoa que é movida a desafios. Após vencer a edição 2015 do quadro ‘Saltibum’, do Caldeirão do Huck, a atriz aceitou participar do programa Tomara que Caia. Durante a conversa com o Observatório da Televisão, a jovem atriz relatou que está adorando mostrar essa nova faceta ao público. “Eu estou muito animada. Eu fiz muito humor no teatro. Desde 2008 todas as peças que eu fiz foram de comédia. Então, é muito bom mostrar para o público a minha outra faceta. O que mais me deixa feliz em participar do programa é que eu irei interpretar 12 personagens diferentes”, revelou.

Questionada sobre a importância da novela Malhação em sua carreira, Priscila Fantin é enfática. “Malhação teve toda importância na minha trajetória profissional. Então, foi ali mesmo que as coisas se revelaram para mim. Sou grata por essa oportunidade”, revelou Fantin, que em breve começa a gravar a próxima novela das 18h, que tem estreia prevista para janeiro de 2016.

Confira o papo com a eterna Tatiana Almeida de Malhação Múltipla Escolha:


Como surgiu o convite para participar do programa Tomara que Caia?

“Tem um ano que eu gravei o piloto do programa e me apaixonei pelo projeto. Estou adorando fazer!”

Como está sendo a interação com os atores desse projeto?

“A gente tem que ter uma certa cumplicidade. Temos que saber o tempo de cada um. O clima nos bastidores está sendo o melhor possível. Quanto mais a gente tiver entrosado, será melhor para o projeto”.

E, a expectativa de fazer um programa ao vivo?

“Eu estou muito animada. Eu fiz muito humor no teatro. Desde 2008 todas as peças que eu fiz foram de comédia. Então, é muito bom mostrar para o público a minha outra faceta. O que mais me deixa feliz em participar do programa é que eu irei interpretar 12 personagens diferentes. Isso como atriz é um prato cheio. Maravilhoso!”.

Você ficou um tempo longe da telinha. As pessoas cobravam a sua volta?

“As pessoas cobravam muito. Entretanto, agora se acostumaram com a ideia. Os dois anos foram de muita pressão para eu voltar para as novelas. Fazer ‘Boogie Oogie’ foi gostoso porque eu voltei depois de quase 5 anos longe da telinha. Parecia que eu não estava longe daqui (TV Globo). Foi muito gostosa essa sensação. Eu gosto muito de trabalhar aqui. É muito familiar para mim estar aqui”.

Você fez o teste para Verdades Secretas?

“Eu não fiz o teste. Mas, meu nome realmente surgiu para participar da trama. Mas, ninguém me procurou”.

Como é a Priscila Fantin mãe?

“Eu sou muito mãezona. Sou muito apaixonada pelo meu filho. Romeo é minha malhação. Eu brinco com ele para manter a forma (risos). Eu estou tentando prepara-lo para o mundo. O que eu mais me preocupo em si é que ele seja mais generoso. Tento passar para ele os valores que eu vejo em mim”.

Ele cobra um irmãozinho?

“Teve uma época que ele me pediu. As minhas amigas engravidaram pela segunda vez, e ele era amigo dos mais velhos, e me pediu um irmãozinho. Eu perguntei por que ele queria. E, ele falou que amava bebê. Eu acabei pedindo para ele curtir os bebes de minhas amigas (risos)”.

Ele assiste bastante TV?

“Assiste! Mas, eu procuro deixá-lo um pouco longe da TV. Televisão é um recurso muito fácil. É simples deixar a criança vendo desenho. É o que eu menos faço com ele quando estamos juntos. Eu entro mais nas brincadeiras. Ele ama brincar de fantoches, de sombra, massinha, pintura, a gente vai mais para esse lado”.

A Malhação está completando 20 anos em 2015. Qual a importância desse folhetim em sua carreira?

“A Malhação teve toda a importância em minha carreira. Ele foi o programa que me lançou. Na época, o Ricardo Waddington acreditou em mim. Me catou e falou: ‘vem!’. Realmente, eu não tinha experiência nenhuma. Eu não tinha feito nem um exercício, não tinha lido nem um texto. Então, a partir de que eu entrei na Malhação, abriu-se essa nova profissão na minha vida sim, que sigo carreira até hoje. Então, foi ali mesmo que as coisas se revelaram para mim. Sou grata por essa oportunidade”.

Você é uma atriz bastante popular. O paparazzo te incomoda?

“Não mais! Na verdade, esses fotógrafos já têm os lugares estratégicos. Eu costumo não ir a esses lugares. O problema não são os fotógrafos e sim, quem faz a chamada da matéria. Eles invertem tudo! Isso me incomoda. A história que escrevem sem apurar. Ninguém me liga. Isso eu não consigo entender. Jornalismo não é apuração? Isso me chateia bastante. Mas, só essa questão. Fora isso, não perco mais o meu tempo com essas questões”.

Novos projetos?

“Eu tenho uma peça que eu estou produzindo. A minha primeira peça! Ela se chama ‘Crimes Delicados’, escrita pelo querido José Antônio. Tem tudo para estrear em janeiro de 2016”.

Você foi campeã do Saltibum 2015. Como foi essa sensação?

“Foi muito bom! Amei. Foi uma superação. Eu nunca imaginei que eu fosse me desenvolver tão bem ali. Foi só uma questão de eu controlar o meu emocional. Eu morria de medo. Eu não soltava de frente porque eu não queria enfrentar a altura. Só que eu me jogava e confiava. Então, isso foi um aprendizado que eu trouxe para a minha vida. Pra tudo!”.

Esses treinos no quadro definiram mais o seu shape?

“Sempre quando a gente faz alguma coisa o corpo vai se moldar naquela coisa. A gente fez em um mês o quadro. Deu uma diferença sim. Mas, já passou. Voltei ao normal (risos)”.

Você apareceu recentemente em uma campanha de lingerie linda de morrer. O que você está fazendo para manter o corpão?

“Eu fiz essa campanha após o Saltibum. Terminei de gravar em março. Inclusive, estava de TPM (risos). Estava toda inchada. Fiquei bem brava! Para manter o corpão eu já falei. Eu brinco com o meu filho. Só isso. Sou muito ativa. Tudo o que eu faço eu uso o meu físico”.

Você disse que adorar curtir o seu filho. Costuma deixa-lo com a babá?

“Não sou contra a babá. Mas, não deixo muito. Se passa muito tempo com a babá, ele acaba sendo educado por ela. Eu vejo muito isso acontecer. Eu tenho sim, uma preocupação com isso. O filho é nosso. A gente que tem que cuidar. A gente que teve. A responsabilidade é nossa. É isso. A babá é só para ajudar e não educar. Não é nada radical! Admiro muito o trabalho delas”.

Você pensa em ter outro filho?

“Ainda não!!”.

Qual a importância do público teen em sua carreira?

“O público teen me acompanhou bastante. Hoje em dia eu vejo gente de 30 anos, que fala que me acompanha desde ‘Malhação’. Eu sempre falo: ‘caramba!’. Esse público foi muito bom para mim na época. Vou ser sincera. No inicio eu fiquei bastante assustada. O público teen é muito alvoroçado, né?. Eu tinha 16 anos, e vim de BH, e, eu era um bichinho mato e, então eu me sentia meio com medo. Sabe? Desse alvoroço todo. Mas, eles foram fundamentais na minha carreira. Eu tenho fãs daquela época até hoje. Tem umas fãs que viraram minhas amigas. A gente se fala sempre pelo WhatsApp sempre. É um carinho de verdade”.

Sobre o programa:

O Tomara que Caia tem direção geral de Carlo Milani e supervisão de texto de Claudio Manoel. No elenco estão Dani Valente, Eri Johnson, Fabiana Karla, Heloisa Périssé, Marcelo Serrado, Nando Cunha, Priscila Fantin e Ricardo Tozzi. O programa estreou dia 19 de julho e vai ao ar aos domingos, após o Fantástico.

André RomanoPor André Romano
Contato: andreromanoo@gmail.com
Facebook: www.facebook.com/andre.romano.524
Twitter: twitter.com/romanoandre