Coluna do Dadá | Jô Soares se estrepa, sem nem direito a rola. Ui


O que era pra ser um simples favor, agradar a companheirada, acabou virando um tormento para Jô Soares.

Tudo porque a Globo “sugeriu”, e Jô Soares aceitou “entrevistar” Dilma Roussef.

O gordinho ancião apresentador só não contava que o asfalto da avenida Higienópolis, esquina com a Rio de Janeiro, bem em frente ao portão de seu prédio, amanhecesse com um enorme pichado “Jô Soares, morra”. Escrito de modo que ele pudesse ler da imensa janela de seu um por andar.


O prédio vai virar ponto de peregrinação. A vizinha Galisteu é capaz de sair dando entrevista. Ai.

Ainda se a ideia tivesse partido dele…

Tenho certeza de que Jozinho sentiu uma inveja do Malafaia. Esse, ao menos, a mando de Ricardo Boechat, deve estar procurando “uma rola” até agora.

Jô, ao contrário, tem que encarar no elevador seus ricos vizinhos olhando-o desprezivelmente.

Sem pompa, sem cerimônia e sem… rola. E pronto.

Coluna do Dadá

*As opiniões expressas nesta coluna são de total responsabilidade de seu idealizador.