James Akel: Silvio Luiz, o grande carisma do jornalismo esportivo


Silvio Luiz

Eu me refiro exatamente a Silvio Luiz. Via muito pessoalmente o Silvio Luiz quando nos anos 60 eu era um dos protagonistas do seriado A Turma dos Sete na TV Record.

Ele era uma unanimidade de bom caráter e simpatia além de um excelente humor. Passava pelos lugares e brincava com todo mundo.


O tempo passou e Silvio Luiz é hoje uma grande marca do jornalismo esportivo. Mais que isto ele é uma grande marca da narração esportiva.

O jogo pode estar uma porcaria que com ele narrando o show é outro e a gente vê o jogo pela sua narração. Não perde pra ninguém em carisma e saber fazer e cativar o povo qualquer que seja o clube em jogo.

Seus comentários são outro show além do jogo e tudo isto se notabilizou sendo sua marca registrada. Não importa que Silvio Luiz não esteja narrando jogo de primeira linha na TV Globo e nem na TV Band. Quem perde com isto é a TV Globo e a TV Band.

Não importa que ele não esteja no SporTV. Quem perde com isto é o SporTV.

A Fox teve uma grande chance e nem soube aproveitar na Copa do Mundo. Quem perdeu foi a Fox.

Imaginem Silvio Luiz narrando o lendário Brasil e Alemanha. Nada importa porque Silvio é patrimônio do legítimo jornalismo esportivo e da dignidade do futebol tão rara nos dias de agora.

Por James Akel