Noveleira sim, e daí? | O verdadeiro Fabricio Melgaço…


Antes de começar a falar de Império só queria dizer uma coisa: Chateada em não poder assistir Rei do Gado na sessão da tarde. Desabafo feito, vamos ao post do dia.

O site oficial do Aguinaldo Silva diz que o Fabricio Melgaço não é jovem, mas deixa dúvidas quanto a isso, diz ainda que não é o Maurílio e nem o Merival. Ok, nenhum deles eram meus suspeitos mesmo, oh” tô nem ai”.


Diz também que pode ser a Marta, afinal foi traída e toda a história que a gente conhece, o Silviano já que ele odeia o Comendador, O Josué que viveu em função do chefe e pode se sentir desvalorizado, José Pedro e a Maria Clara, o primeiro porque sempre quis assumir o lugar do pai na Império e a segunda porque foi trocada pela Christina na preferência do Comendador, o Sebastião, que não teria morrido, e volta para tomar a riqueza do Zé Alfredo ou, por fim, a Maria Joaquina, alguém se lembra dela? Não, gente, não a Maria Joaquina do Carrossel, a Maria Joaquina, personagem de Regina Duarte no início da novela, que foi amante do Comendador. Lembraram?

Alguém vota em algum desses?

Eu tenho dois votos, nenhum deles foi listado pelo autor no site, mas acho que o autor também pode estar querendo despistar, não é mesmo? Vamos lá.

Ísis – Tudo nela é muito fofinho, muito bonitinho e muito delicadinho (a atriz é de fato uma linda, né? Invejinha dela com o Nero). Seria bem bacana se o Aguinaldo a colocasse como a grande vilã!! Ok, ela é jovem, mas pode estar “conversé” com algum outro personagem e ser a aliada do verdadeiro vilão. Venhamos e convenhamos que aquela “passeadinha” dela na orla, de salto, no dia em que o Zé Pedro sofreu o atentado (não consigo deixar de lembrar da sauna com a tranca do lado de fora, rs) foi suspeita.

Antoninho – Na cena que apresentou os demais suspeitos do atentado ao Zé Pedro fiquei pensando o que o presidente da Escola de Samba, estava fazendo dentro de um carro, em uma rua deserta, transpirando mais do que o normal, com uma toalha, logo depois do atentado. Toalha? Sim, uma toalha! Será que ele pegou lá na sauna? Hummmm… sei não! Para quem mata roubar uma toalha é fichinha. E tem mais…Na cena do desfile da escola de Samba, aquele em que as pessoas continuaram a sambar mesmo um assassino solto, ele aparece animadíssimo após o atentado e não apresenta preocupação com “amigo” que sofreu uma tentativa de assassinato. Vale lembrar também que foi o Comendador (suspiros) que o tirou do Garimpo- ele era um dos garimpeiros, lembram? – Vai que o cara ficou com invejinha do Império construído pelo Zé Alfredo e tramou uma vingança! Por isso meu segundo voto vai para o Antoninho.

Sendo assim meus votos vão para Isis ou o Antoninho, ou então, para a Ísis e o Antoninho. Notaram a diferença? Hã? Hã? Hã?

Claro que até o próximo post posso mudar de opinião, tá?

E vocês, votam em quem?

Por Geovana Capovilla
www.facebook.com/geovana.capovilla