James Akel: O talento e a humildade de Lima Duarte


Lima Duarte

Este fato aconteceu em 1973 quando era exibida a novela O Bem Amado, que foi uma das melhores novelas que a TV Globo já teve até os dias de agora.

Uma novela das dez da noite que não tinha tido sucesso pelo péssimo texto tinha sido dirigida por Lima Duarte. Mas nem a direção de Lima Duarte pode fazer algo pelo péssimo argumento e texto da novela.


E estava pra ser renovado o contrato de Lima Duarte. Pra renovar, a TV Globo ofereceu a ele um papel na novela O Bem Amado. Era um papel de sexto nível, quase um figurante que as vezes falava.

O papel era do capitão Zeca Diabo. Era um conhecido matador da região que raramente abria a boca e passava ao longe no cenário.

Pois o grande Lima Duarte que já tinha sido o grande diretor de uma das maiores novelas da tv brasileira que foi Beto Rockfeller, aceitou o papel e renovou contrato com a emissora.

Lima dispensou o figurino da TV Globo e foi até uma rua em São Paulo especializada em roupas usadas. Ali entrou numa loja simples e que tinha roupas bastante usadas. Com seu próprio dinheiro comprou um chapéu de palha velho, botas bem velhas , uma calça quase rasgada, um casaco de frio desgastado e assim criou o papel.

O começo das entradas de Lima Duarte no papel do capitão foram tão de sucesso, com ele apenas caminhando com seu cavalo e olhando as pessoas de maneira que o povo todo da novela , atores e figurantes acabavam se assustando com ele. E o povo de casa passou a esperar todo capítulo que o capitão desse sua entrada.

O autor da novela então viu que era um crime Lima Duarte sem falas depois de tanta interpretação dele e passou a lhe dar falas cada dia mais e mais e assim o capitão foi tomando espaço de cena e sendo um grande personagem na novela da emissora.

Recentemente na novela Caminho das Índias, uma das mais emocionantes cenas da tv aconteceu entre Lima Duarte, Laura Cardoso e Tony Ramos. A cena, pasmem leitores não tinha fala.

Era o momento de reconhecimento de paternidade por parte de Lima Duarte que era pai de Tony Por Ramos. Lima, Laura e Tony, sem uma fala sequer, apenas em olhares e diálogo de olhares, aliás o primeiro diálogo de olhares de uma novela, durante alguns minutos, valeu pela novela toda.

E a dona de casa se emocionou sem precisar ouvir uma palavra sequer daquele grupo de atores. Nem preciso dizer que nenhum deles é da nova geração de atores. Todos eram da TV Tupi e começaram na TV Tupi.

Ainda acreditamos que possam existir atores iguais, bastando pra isto que as emissoras tenham texto que dê valor ao sentimento e não ao sexo e às sacanagens e que dê chance às atrizes de teatro que existem no Brasil e não às menininhas bonitas e maneirosas que tenham amizades aqui e acolá com autores e diretores.

A TV Record teve esta chance e jogou na lata de lixo. Quem sabe dona Iris no SBT conquiste mais espaço e entre de novo em novelas adultas, desta vez com mais experiência pelo sucesso das novelas juvenis.

Por James Akel