record-césar-filho

Bastou um dia de programa Hoje em Dia e ontem a atração deu um péssimo ibope. César Filho, a grande contratação da TV Record, teve o mesmo ibope que ele tinha no SBT. E vamos combinar que um ibope baixo no caso de ontem é pior que o ibope que tinha no SBT.

No SBT o César criou seu próprio público e ele mesmo criou seu jeito de programa que cativava a dona de casa. Não tinha ibope maior porque o SBT não tem grade de jornalismo.


Explicando melhor aos meus leitores, quando uma emissora tem uma grade de jornalismo, que é uma programação adequada de jornalismo que cativa quem vê tv, fica mais fácil você ter ibope em programa jornalístico porque o povo reconhece este perfil.

César Filho fez mágica no SBT criando seu próprio programa e comandando de verdade pessoalmente o programa. E estava criando seu ibope com as donas de casa que eram cativadas por ele.

Eis que a TV Record, comandada pelo Bispo Marcelo Silva, interessou-se em contratar César Filho e lhe fez uma proposta teoricamente milionária. Silvio Santos infelizmente mais uma vez não entendeu que César estava criando um excelente espaço no SBT e que poderia ter rendido grandes frutos financeiros e de ibope e sequer soube fazer uma proposta comparável ao que a TV Record fez.

E isto seria muito fácil de se fazer. Mas Silvio mais uma vez atuou errado nas suas escolhas, o que parece estar se tornando um cotidiano. Então César Filho acreditou na TV Record e assinou com eles. César apenas não sabia que se Silvio é um péssimo diretor artístico de sua emissora, os diretores de entretenimento da TV Record são bem piores que Silvio.

Bispo Marcelo Silva, Mafran Dutra e Paulo Franco, todos muito empenhados de dar o melhor de si, comprovaram mais uma vez não entenderem do ramo e colocaram o César Filho exatamente onde jamais poderiam colocar.

Se um dono de uma fábrica de bijuterias compra ouro no mercado, espera-se que ele deixe de fabricar bijuterias pra fabricar jóias. Contratar César Filho pra colocar no mesmo Hoje em Dia que não estava dando certo é o mesmo que comprar ouro pra fazer bijuteria.

O Hoje em Dia da TV Record não estava bom porque seu conteúdo não estava bom e era comandado por um bom jornalista, Celso Zucatelli, mas que não tem jeito se ser apresentador comandante de programa. Celso foi bom apresentador de jornal na TV Cultura, foi bom correspondente em Nova York, mas não é do tipo que saiba comandar show.

Somando um péssimo conteúdo a um grupo de apresentadores que não tem carisma pra isto, o programa era o que era. Trocar apenas os apresentadores continuando o conteúdo ruim não leva a nada. E a nada levou de verdade.

Muito antes de entrar no ar o novo antigo Hoje em Dia, eu escrevi que o que estavam fazendo a nada levaria e depois iriam querer mudar, mas aí já seria tarde e teriam jogado fora uma boa chance de sucesso de programa. Pois não vão mudar agora pra não reconhecerem o fracasso das atitudes do comando de entretenimento da TV Record que a cada dia está mais ruim se é que isto seja possível.

Não dá pra César Filho voltar ao SBT porque a multa é grande. E se desse nem adiantaria porque Silvio não entendeu antes o potencial de César Filho e não vai entender agora.
Ninguém pode ficar contente com um insucesso de um programa de tv porque todo insucesso a nada leva objetivamente.

E não vamos acreditar que se aprende com o insucesso no caso da TV Record porque até agora os comandantes de entretenimento dali acreditam que estão certos.

Por James Akel