Saiba como é feito o quadro Nó na Língua do Programa Eliana


O Nó na Língua do Programa Eliana é o principal quadro da atração no momento, tanto que é exibido no horário de pico, entra no ar por volta das 18h. Horário estratégico do programa, em que termina o Futebol na Globo e  parte do público troca de emissora.

O Nó na Língua, nada mais é que uma competição entre anônimos e famosos, que têm que conseguir falar por 03 vezes consecutivas, 03 trava-línguas diferentes. Se o participante conseguir falar os trava-línguas sem errar e  dentro do prazo estipulado, que é de 1 minuto, o prêmio inicial para quem acerta é de R$1.000,00 que pode ser acumulado para próxima semana o valor de mais R$1.000,00. No quadro 03 participantes já faturaram o prêmio.

O Observatório da Televisão conversou com exclusividade com alguns participantes da atração e revelou como são os bastidores do quadro. Os participantes entrevistados pelo site são atores e explicou que foram selecionados para participar do quadro através de uma agência de atores que buscam pessoas para a atração.


A produção do programa faz inicialmente uma seleção com os futuros participantes que têm que ir na emissora em uma data estipulada pela produção, lá fazem um teste com uma produtora do quadro que filma a entrevista para posteriormente analisar, nessa entrevista é perguntado sobre a vida pessoal do candidato, como profissão, onde mora, se é casado ou  solteiro, as possíveis perguntas que Eliana poderá fazer para o  futuro participante. Alguns dos candidatos selecionados são atores que vão mostrar seus personagens, outros vão através de agências de atores, porém não são atores, são pessoas comuns que são indicados pela agência e na maioria das vezes quando a pessoa não é ator, a produção busca pessoas algeres, divertidas e desinibidas na frente das câmeras.

Nem todos candidatos que vão na seleção na emissora são selecionados, a produção convida para participar aqueles que foram mais engraçados, espontâneos e que podem render mais no palco. A resposta da aprovação não sai na hora, a produtora avisa o participante que caso for selecionado, entra em contato avisando o dia da gravação. No dia da seleção a emissora fornece transporte da Estação Barra Funda-SP até à sede da emissora em Osasco-SP, porém não paga cachê pela seleção.

No programa, Eliana não menciona que os participantes são selecionados através de agências, apenas fala que todos se inscreveram pelo site da emissora, porém, realmente há alguns participantes que  se inscreveram pelo site, os que se inscrevem pelo site ocorre o mesmo procedimento, precisam ir até à emissora fazer a seleção, o número de participantes que se inscrevem pelo site é bem pequeno, a maioria vai através de agências de atores.

De acordo com as pessoas entrevistadas, os participantes que são selecionados através de agências de atores recebem como cachê por participação o valor de R$100,00. Em média 30% do valor fica para agência que o indicou, essa porcentagem pode variar já que existem várias agências que indicam atores para o programa, sendo que algumas delas retiram um pouco mais outras um pouco menos do cachê do ator, que é pago após o término da gravação.

Caso o participante acerte o trava-língua e fature o prêmio do programa tem que repassar a porcentagem do  prêmio para a agência. Os participantes que se inscrevem pelo site não recebem cachê apenas ganham o perfume da Eliana da Jequiti Cosméticos, inclusive os indicados pela agência ganham o perfume.

No dia da gravação a emissora fornece transporte da Estação Barra funda-SP até os estúdios da emissora.

Uma das hipóteses levantadas pelas pessoas que participaram da atração é que o número de inscrições feitas pelo site não são suficientes para cada edição do quadro, outra hipótese é que as pessoas que se inscrevem não rendem tanto quanto um ator, já que atores são acostumados com o universo televisivo e boa parte das inscrições são de pessoas de fora de São Paulo o que encarecia os custos , já que o programa teria que bancar as despesas de passagem e hospedagem de cada participante.

Vaja o vídeo da estreia do Nó na Língua: