Jaqueline (Ellen Rocche) de Malhacao - Vidas Brasileiras
Jaqueline (Ellen Rocche) de Malhação - Vidas Brasileiras (Divulgação/TV Globo)

Nos próximos capítulos de Malhação – Vidas Brasileiras, o ano letivo do Sapiência começará e Marcelo (Bukassa Kabengele) exibirá um vídeo para que os alunos voltem aos estudos com disposição.

Leia: Malhação: resumo do capítulo de terça-feira, 08 de janeiro de 2019

No começo do material, Gabi (Camila Morgado) aparecerá discursando, mas depois, Jaqueline (Ellen Rocche) surgirá na gravação requebrando ao lado de Alex (Daniel Rangel) e outros estudantes da escola.

Saiba mais: Bianca Rinaldi fala sobre saída da Record TV e atuar novamente em Malhação: “Muito interessante voltar”

“Que isso, gente?”, questionará Pérola (Rayssa Bratillieri). “O que tá acontecendo?”, indagará Leandro (Dhonata Augusto). “Nossa mami preferida tá no ar!”, falará Bárbara (Dora Freind), deixando Fabiana (Giovanna Rangel) constrangida.

Arlindo Lopes comemora sucesso em Malhação: “Queria que todo o ano fosse assim”

O ator Arlindo Lopes, no ar como Getúlio em Malhação – Vidas Brasileiras, só tem a comemorar. Colecionando papeis na TV e no cinema, Arlindo afirma que o seu 2018 foi ano um abençoado. “Queria que todo o ano fosse assim”. Em entrevista a Quem Acontece, o ator revela que estar na trama teen da Globo tem sido uma grande experiência.

“Tem sido ótimo passar por essa experiência. Fazer uma temporada inteira de uma novela que dialoga muito com um público bastante jovem”, afirma o ator, que tem passagens em novelas como Da Cor do Pecado(2004) e A Lei do Amor (2015). Quando o assunto é cinema nacional, ele, que estreou só em 2018 os filmes Alguém Como EuBerenice ProcuraA Voz do Silêncio e O Beijo no Asfalto, afirma: “Queria que todo o ano fosse assim, mas sei que é raro. Foi um ano abençoado. Fui feliz em 2018.”

Chegada em Malhação

“A Natalia Grimberg, diretora artística, já me tinha me dirigido em outras três novelas: Da Cor do PecadoGeração Brasil e A Lei do Amor. Então pedi que ela me deixasse fazer um teste para algum personagem mesmo que fosse diferente de tudo que eu tivesse feito na TV. Ela me deu a chance de testar o Getúlio. O personagem era o oposto de tudo que já tinha feito em novelas, ou seja, um vilão.

Fizemos uma semana de testes comandados pela preparadora Cristina Moura. Sabíamos que eram 18 personagens para serem escalados e éramos um grupo de 41 pessoas. Os dias foram passando e o grupo foi ficando menor. Foi bastante tenso. No penúltimo dia estávamos em 20 e os dois últimos personagens para serem escalados eram o meu sobrinho Érico e a Úrsula.

A Guilhermina Libanio e a Dora Freind arrasaram muito. Guilhermina foi escolhida para a Úrsula e Dora acabou ganhando mais tarde o papel da Bárbara. Foi incrível esse processo e tem sido ótimo passar por essa experiência de fazer uma temporada inteira de uma novela que dialoga muito com um público bastante jovem.”