Luzia (Giovanna Antonelli) e Valentim (Danilo Mesquita) de Segundo Sol
Luzia (Giovanna Antonelli) e Valentim (Danilo Mesquita) de Segundo Sol (Divulgação/TV Globo)

Em Segundo Sol, na Globo, Valentim (Danilo Mesquita) aceitará se encontrar com Luzia (Giovanna Antonelli). O rapaz já sabe que ela é sua mãe biológica e, mesmo, se sentindo estranho optará por ouvi-la. No entanto, o garoto não conseguirá esboçar felicidade e se explicará. Confira por quê.

“Que bom que você veio, Valentim… eu queria tanto lhe ver, falar com você…”, dirá a protagonista. “Eu também. Fiquei pensando muito no que eu ia te dizer, mas agora que eu tô aqui, parece que eu esqueci tudo…”. “Fica tranquilo. Pra mim também não é fácil esse momento. Difícil imaginar alguém que tenha vivido isso que a gente tá vivendo agora. Conhecer seu filho, já homem…”.

Veja também: Karola surta e toma banho em praça com moradores de rua, em Segundo Sol, na Globo

“Desculpa eu não correr e lhe abraçar, lhe chamar de mãe, dizer um monte de coisas bonitas… eu tô muito triste, é como se eu tivesse perdido minha mãe… isso que Karola fez foi, sei lá, cruel é pouco, mas não posso mentir, não lhe vejo ainda como mãe, não consigo pensar nela como se não pensasse em minha mãe, é tudo muito misturado, ver que minha vida foi uma mentira…”.

Ainda nesta cena de Segundo Sol

“Venha cá, sente aqui comigo… não precisa ser como sua mãe, mas como sua amiga… Eu não sei como vai ser daqui pra frente, ninguém sabe o futuro… mas fiquei pensando em quando lhe conheci, aquele dia no meu camarim, ainda como Ariella… eu senti uma conexão sem explicação com você”.

“Eu também senti, a gente se deu bem de cara né…”, admitirá. “Foi… Era isso, você veio aqui de dentro, você é uma parte de mim, e eu acredito que de alguma maneira a gente se reconheceu, agora, pra mim, faz todo sentido a ligação que senti com você… um afeto desmedido, um encanto, tanta afinidade… Eu sei que amor é uma coisa que se constrói com o tempo, mesmo o amor de mãe e filho, eu não vou forçar a barra, lhe prometo, vou respeitar seu tempo, o tempo que for, demore quanto demorar… mas eu sei que a gente pode construir essa relação… quero que saiba que eu já amo você, igual amo Ícaro, igual amo Manu, porque esse amor sempre teve dentro de mim, desde que eu engravidei de seu pai, porque esse tipo de amor não morre nunca…”.

E mais!

“Mesmo eu tendo duvidado tanto de você, tendo sentido tanta raiva? Desculpa ter sido tão injusto”. “Eu não tenho do que lhe desculpar, Valentim… Você é um presente que a vida me deu, é meu filho com Beto, o único homem que eu amei nessa vida!!! Quando eu descobri que meu filho tava vivo, eu fiquei tão feliz, e tão angustiada sem saber onde ele tava, como vivia…”, revelará.

E continuará: “Eu sempre pensei em como teria sido aquele bebê que eu tive, qual o rosto, o sorriso, o olhar… e agora, sabendo que é você, eu não poderia querer ninguém diferente, você é muito mais do que tudo que eu imaginei… você é o menino mais doce, mais adorável, mais íntegro, mais lindo que uma mãe poderia sonhar em ter… e apesar de tudo que aconteceu, de tudo que a gente tá passando, eu só consigo agradecer por você existir, e ser o meu filho”.

Neste momento, Valentim chorará e Luzia fará um carinho nele. “Eu só quero, um dia, poder ser uma boa mãe pra você, lhe ver feliz, ter você junto de mim, meu amor”, concluirá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor coloque seu nome aqui