Todos assistindo a humilhação de Severo (Odilon Wagner). Ele implorando para Roberval (Fabricio Boliveira), em Segundo Sol
Todos assistindo a humilhação de Severo (Odilon Wagner). Ele implorando para Roberval (Fabricio Boliveira), em Segundo Sol (Divulgação/Globo)

Em Segundo Sol, na Globo, Roberval (Fabrício Boliveira) segue agindo para prejudicar Severo e a família Athayde. O próximo passo será comprar a mansão do patriarca e deixá-lo ainda mais humilhado. O empresário fará questão de se revelar após a compra e todos ficarão chocados. Confira.

“Quem diria, né, doutor Severo, o filho negrinho da empregada, o bastardo enjeitadinho deu a volta por cima e hoje é dono até da sua casa!”, dirá Roberval. “É um pesadelo…”, reagirá Severo. “Ah, sim, não trouxe o dinheiro em espécie como prometido, mas trouxe o cheque. Aqui! Cinco milhões pela compra desta casa”.

Veja também: Beto revela impacto junto aos fãs, depois de mentira revelada, em Segundo Sol, na Globo

Severo tenta pegar, mas Roberval puxa de volta. “Ah, sim! Eu não preciso nem lhe entregar o cheque, ele já fica comigo pra pagar parte das dívidas que eu também comprei do senhor. Sim, eu comprei até suas dívidas, não é impressionante? Todas elas! Mais de cem milhões em dívidas, entre empréstimos, contas e impostos atrasados a indenizações de funcionários e clientes da sua construtora falida! Agora o senhor só deve pra mim! O senhor vai passar o resto de seus dias como meu devedor. E eu como seu cobrador”, avisará.

“Parabéns, você venceu, Roberval! Conseguiu acabar de vez com essa família! É isso, gente! Fim de linha! Agora é cada um por si!”, dirá Severo, derrotado. “É isso mesmo que está dizendo, meu pai? Agora que a família finalmente se reuniu, pelo menos dentro da mesma casa, desta casa que o senhor vendeu, você propõe que a família se desfaça?!”, falará Edgar.

Severo se mantém irredutível

“Vou levar minhas filhas pra dormir na sarjeta, junto com os ratos, é isso que o senhor sugere?”. “Calma, Karen!”, pedirá Zefa. “Acabou, eu não tenho mais como sustentar vocês, bando de encostados! Vai cada um pra uma esquina pedir esmola, pelo menos pedir vocês sabem!”, insistirá Severo.

“Quanta monstruosidade tem aí dentro do senhor!”, dirá Manuela. “Tio Roberval não vai deixar a gente ir pruma sarjeta, vai, tio? Somos sua família, temos o mesmo sangue!”, comentará Rochelle.

“Vamos lá, minha gente, quem mais vai entrar na fila dos pedintes, Rochelle se adiantou, é a primeirona a se humilhar diante de mim!”. “Mas olha só, é igualzinho ao pai, se sente poderoso humilhando as pessoas!”, avaliará Manuela. “Meu filho, chega, pelo amor de Deus, se quer humilhação eu me humilho, eu imploro, eu me ajoelho aos seus pés, faço o que quiser, mas não despeje sua família!”.

“Essa família nunca foi minha. Nunca quis que eu fizesse parte dela, nunca foi sua também, minha mãe, coitada de você de acreditar nisso… mas foi escolha sua, você escolheu ficar com eles, não sou um filho ingrato, vou deixar que continue sendo a criada da família! E em sua consideração, minha mãe, já que considera essa gente sua família, estão todos convidados, podem ficar aqui. Serão meus hóspedes. Rochelle e Karen terão que trabalhar, já sabem como eu gosto que uma casa seja mantida, quanto a Edgar e Severo, depois eu penso numa função pra eles”, concluirá Roberval.