Nadia (Eliane Giardini) e Raquel (Erika Januza) de O Outro Lado do Paraiso
Nádia (Eliane Giardini) e Raquel (Erika Januza) de O Outro Lado do Paraíso (Divulgação/TV Globo)

Nos próximos capítulos de O Outro Lado do Paraíso, a socialite Nádia (Eliane Giardini) vai reconhecer sua veia racista e vai pedir perdão para a mulher de seu filho Bruno (Caio Paduan), a juíza e ex-empregada Raquel (Erika Januza).

Em cenas previstas para irem ao ar daqui a três semanas, Bruno vai levar sua mãe para visitar Raquel. O pedido foi da própria juíza, que ficou sabendo das piadas que o neto negro de Nádia teve na sociedade de Palmas.

Veja mais: O Outro Lado do Paraíso: Mercedes diz para Xodó dizer seu segredo sobre Sophia para Gael


Num primeiro momento, elas voltam a discutir. Mas Nádia, realmente disposta a recomeçar tudo da forma correta com sua nora, pede: “Raquel, eu errei. O que posso fazer pra você me desculpar?”.

Raquel, de forma bem humilde, a desculpa: “Só me dê um abraço”. As duas se abraçam e Bruno acaba fincando emocionado, por finalmente conseguir fazer com que as mulheres que ama se darem bem.

“Eu me senti tão bem com esse abraço”, admite Nádia. “Eu também, dona Nádia. É bom quando deixamos para trás antigas mágoas. Eu tinha muita mágoa da senhora sim”, responde Raquel.

“Foi preciso eu ter um neto negro para saber na pele o que é o preconceito”, pensa Nádia. Bruno só fica incomodado com a demora da mãe para ir pedir desculpas para a juíza, o que ela admite facilmente que houve.

“Ah, você sabe, Bruno, eu sempre fui orgulhosa…”, fala Nádia. Bruno afirma que cumpriu o seu combinado com Raquel, levando sua mãe para pedir desculpas. Raquel fica feliz, mas não quer falar da intimidade dos dois na frente dela. Nádia acaba saindo, mas a paz está selada.

O Outro Lado do Paraíso vai ao ar diariamente, depois do Jornal Nacional.