O Outro Lado do Paraíso: Nádia brinca de “cavalinho” para esquecer namoro de filho com empregada

Eliane Giardini
Nádia (Eliane Giardini) em O Outro Lado do Paraíso (Divulgação/ TV Globo)

Preconceituosa e totalmente contra o filho Bruno (Caio Paduan) namorar a empregada negra Raquel (Erica Januza), Nádia continuará pegando vigiando o filho apenas de longe.

Nos próximos capítulos da O Outro Lado do Paraíso, a vilão mostrará, no entanto, que no fundo é bem ridícula. Para esquecer dos problemas, era brincará de “cavalinho” com o seu marido, Gustavo (Luís Melo).

Veja mais: O Outro Lado do Paraíso: incomodado, Samuel procura médico para deixar de ser gay


A cena irá ocorrer logo após Nádia pedir para irmão de Bruno, Diego (Arthur Aguiar), vigiar o romance de seu filho, algo que ele se recusa no início, mas depois atende o pedido.

Depois, Nádia vai para um quarto e conversa com o seu marido sobre o assunto. A conversa terá várias falas ofensivas à Raquel. Gustavo tenta defender a menina, mas a vilã destila seu veneno.

“Com lei ou sem lei, não quero meu filho casado com uma preta. Ainda mais de quilombo. Não nasci pra isso”, afirma. “Nos meus bons tempos, também peguei muita doméstica. Nem olhava a cor. Às vezes meus pais estavam dormindo, ia para o quarto e nhec nhec”, responde Gustavo.

Incrédula com o que ouve, Nádia respondeu e diz que não vai admitir termos como “nhec nhec” na sua casa, por considerar “safadeza debaixo de seu nariz”.

Nádia diz que só ficará tranquila quando a tal aventura acabar. Para esquecer o assunto, Gustavo chama sua mulher para fazer “cavalinho”. Cansada, ela nega e pede pro marido: “Você faz o cavalinho. Estou nervosa. Preciso relaxar”.

Gustavo, então, atende: tranca a porta, fica de quatro e começa a brincadeira. Nádia pega um chicote preto pequeno e começa a cavalgar no marido. “Upa, cavalinho! Anda Cavalinho! Toma cavalinho, toma chicotinho!”, brada Nádia. Durante a cena, Gustavo dá leves relinchadas.

O Outro Lado do Paraíso vai ao ar logo depois do Jornal Nacional, na Globo.