O Outro Lado do Paraíso: Clara foge do hospício e começa seu plano de vingança

Clara (Bianca Bin) na segunda fase de O Outro Lado do Paraíso
Clara (Bianca Bin) na segunda fase de O Outro Lado do Paraíso (Divulgação)

Durante sua permanência no Hospício Santa Carmela em O Outro Lado do Paraíso, Clara (Bianca Bin) vai criar fortes laços com Beatriz (Nathalia Timberg), uma mulher culta e rica, que foi abandonada lá pela neta Fabiana (Fernanda Rodrigues). As duas se tornam confidentes e a mocinha aprende com a milionária idiomas, literatura, história da arte e cultura em geral. E tudo isso vai ajudar Clara a arquitetar sua vingança quando conseguir fugir do hospício, depois de passar 10 anos internada como louca. Dentre outros segredos, Beatriz revela que é dona de uma fortuna escondida num fundo falso da residência ocupada por sua neta no Rio de Janeiro.

E o primeiro passo de Clara será se infiltrar na casa de Fabiana. Para isso, ela vai se oferecer para trabalhar para a mulher. “Quer trabalhar aqui? Foi o que disse?”, perguntará a dondoca. “Sim senhora, eu preciso de um emprego, fui casada, sei tudo sobre uma casa”, dirá a mocinha. “Casamento agora é profissão? Só faltava. O que quis dizer é que não tem referências. Não adianta negar, não tem referências, não é?”, questionará Fabiana. Quem salva Clara desse impasse é Janete, a outra funcionária da ricaça: “Ela é minha amiga, ela frequenta a igreja, a gente se conhece de lá”, dirá a serviçal. Depois de muitas considerações, Fabiana finalmente aceitará a nova funcionária. “Posso até dormir no emprego se a senhora preferir, não tenho família no Rio de Janeiro”, oferece Clara, que acaba conseguindo a vaga.

Veja: Assim como Clara em O Outro Lado do Paraíso, relembre personagens que apanhavam dos maridos em novelas


Fabiana começa a mostrar a casa para Clara e faz mil exigências até que chega no local que a mocinha está mesmo interessada, o closet. “Exijo especial dedicação a meus aposentos. Minhas roupas estão classificadas por inverno e verão, e de acordo com a cor. Os trajes mais formais ficam aqui, nesta parte. Não suporto erros. Se você misturar vestidos e casacos, eu enlouqueço. Preste atenção, meu closet é bem organizado… Não se encante demais. Se pegar algum, mesmo escondida, para usar em uma festinha de pobre, eu chamo a polícia.”, dirá. A mocinha jura que jamais fará nada de errado e agradece pela oportunidade. “Prometo ser a melhor funcionária do mundo. Estou tão feliz por trabalhar aqui! Este trabalho é a chance da minha vida!”, afirma.

Depois de algum tempo dando seu melhor como empregada, Clara aproveita a viagem de fim de semana da família para colocar seu plano em prática. E nada será fácil, assim que entra no Closet com as ferramentas necessárias, ela será flagrada por Lindomar, outro funcionário da casa, que pensará que ela quer usar algum vestido da patroa. Ele a faz desistir da ideia e é obrigada a assistir um show do rapaz, que é transformista, em uma boate. Mas lá pelas tantas da madrugada Clara conseguirá voltar para a casa e dar sequência em seu plano. Com muita dificuldade, ela consegue abrir o fundo falso no closet. Numa sequência com vários flashbacks de Beatriz se alternará com Clara retirando os quadros um a um, primeiro um Picasso, depois um Toulouse Lautrec e por último o Van Gogh. Todos eles serão escondidos em uma mala que a patroa mandou jogar no lixo.

De posse das obras de artes, Clara deixará a casa de Fabiana com a desculpa de tirar um dia de folga, alugará um quarto em um hotel barato e vai procurar outra peça importante para esse plano dar certo, Patrick (Thiago Fragoso), advogado e sobrinho neto de Beatriz.