Confira o que acontece em A Usurpadora de 09 a 13 de janeiro

A Usurpadora
A Usurpadora (Divulgação)

Resumo dos Capítulos 46 ao 50 de A Usurpadora, que serão exibidos de 09 a 13 de janeiro de 2017, no SBT.

Capítulo 46, segunda-feira, 09 de janeiro
Paola e Leda continuam se insultando, o que obriga Carlos Daniel e Vovó Piedade a se retirarem da mesa. Paulina janta com Dr. Edmundo, que fala de seu amor e a pede em casamento. Paulina não aceita, diz que ama Carlos Daniel e que será difícil esquecê-lo. Ao voltar para o hotel, Paulina conversa com Carlinhos e convence o menino a ir para um colégio interno. Determinada a romper definitivamente com os Bracho, Paulina tenta ser firme diante de Carlos Daniel e quando ele vai até o hotel saber como foi a conversa com seu filho, ela tenta acabar com as esperanças dele e diz que vai se casar. Paola compra um carro importado adaptado para deficientes e manda a conta para Carlos Daniel. Rodrigo recebe o vendedor e se recusa a fazer o pagamento, mas Paulina chega e decide comprar o carro para a irmã. Leda e Paola continuam se alfinetando, mas no fundo são iguais. Leda prepara uma cilada para Carlos Daniel: ela o convida para ir ao teatro e depois convida Paola para ir com eles. Mesmo contra sua vontade, Carlos Daniel acompanha Leda e Paola. Depois do teatro eles vão jantar e no restaurante encontram Paulina jantando com Carlinhos e o Dr. Edmundo. Carlos Daniel tem suas suspeitas confirmadas ao ver com quem Paulina está jantando. Unidas com objetivo de infernizar a família Bracho, Paola ameaça fazer um escândalo na frente de Carlinhos e Leda incendeia o ambiente quando ameaça contar ao menino quem é a mulher que está na mesa com seu pai. Ao voltar ao hotel, Paulina pensa em tudo que sua irmã lhe fez e começa a entender que não vale a pena abrir mão do amor que sente por Carlos Daniel por causa de Paola. Carlos Daniel, conta para Vovó Piedade que Paulina vai se casar com o advogado e, dominado pelo ciúme, mais uma vez, muda radicalmente seu modo de pensar em relação a Paulina. Ele diz a Rodrigo que está convencido que Paulina e Paola são iguais. Carlos Daniel confessa a Paulina que ficou muito chateado ao vê-la no restaurante ao lado do Dr. Edmundo. Paola tenta colocar Vovó Piedade contra Paulina e jura que vai lhe tirar até o amor do Dr. Edmundo. Paulina conta para Patrícia que Paola e Leda se uniram para destruí-la. Estephanie se preocupa ao perceber que Willy foi à fábrica carregando um revólver. Na fábrica, Carlos Daniel e Willy se encontram e a discussão é inevitável. Carlos Daniel perde a cabeça, bate no cunhado e Willy não hesita em atirar.

Capítulo 47, terça-feira, 10 de janeiro
Paulina conta ao Dr. Edmundo que mudou seus planos e que pretende assumir o lugar de Carlos Daniel enquanto ele estiver impossibilitado de trabalhar. A notícia de que ela não sairá da cidade traz novas esperanças para Edmundo, mas ao mesmo tempo o preocupa pois pode significar uma reaproximação entre Paulina e Carlos Daniel. Para evitar uma tragédia, Patrícia pede a Estephanie que não conte a ninguém que Willy a agrediu, principalmente para Rodrigo. Rodrigo tenta convencer Carlos Daniel a fazer uma viagem assim que receber alta, pois acredita que isso pode levar Paola a abandonar a mansão e aceitar o divórcio. Adelina, ao ver Paola torcendo para que Carlos Daniel morra, perde o controle e enfrenta a megera. Enquanto Willy começa a vender as jóias que roubou da mulher, Patrícia leva para Estephanie uma quantia em dinheiro para que ela possa sobreviver até que receba sua parte na herança e aproveita para abrir os olhos da cunhada, pois Willy pode voltar e roubá-la outra vez. Carlos Daniel continua internado e Paola decide visitá-lo. Elvira, que começa a entender quem é Paola e do que ela é capaz, decide avisar Adelina. Quando Paola chega ao hospital é impedida de entrar no quarto onde está Carlos Daniel. Carlinhos vai para um colégio interno, mas antes Paulina o leva até o hospital para que ele se despeça do pai. Leda deixa Paola furiosa ao contar que Carlos Daniel já recebeu alta e que ele viajou sem dizer para onde. Com a viagem de Carlos Daniel, Paola sente que perdeu o controle da situação e decide procurar seu advogado, que não tem boas notícias para ela. O advogado deixa claro que ela não vai se sair tão bem na partilha de bens, mas Paola insiste e pede a ele que retarde o processo de divórcio até que Carlos Daniel aceite suas exigências. Estephanie recebe uma carta de Willy onde ele, mais uma vez, mente vergonhosamente e pede para voltar. A notícia deixa Estephanie muito triste e, ao reconhecer que ainda o ama, ela decide procurar seu irmão e pedir para que ele a ajude. Rodrigo fica indignado com a atitude de Willy e principalmente com a reação da irmã. Enquanto Estephanie sofre e se preocupa com Willy, ele se diverte nos braços de outra mulher. Paulina conversa com Rodrigo para que se resolva o mais rápido possível a situação financeira de Estephanie. Paola suborna Lalinha para descobrir onde está Carlos Daniel. Dr. Edmundo volta a propor casamento para Paulina, mas ela não lhe dá nenhuma esperança. Paola exige 1 milhão de dólares para assinar o divórcio. Enquanto isso, Carlos Daniel, em seu refúgio, conhece Isabel, uma bela jovem que começa a paquerá-lo.


Capítulo 48, quarta-feira, 11 de janeiro
Paulina oferece meio milhão de dólares à irmã para que ela deixe os Bracho em paz, mas Paola não aceita, insiste em um milhão e tem certeza de que conseguirá convencer sua irmã. Dona Piedade recebe uma carta de Carlos Daniel e descobre que Paola já sabe onde ele está. Lalinha pede a Paola que a proteja, pois desconfia que Vovó Piedade já descobriu que foi ela quem passou a informação sobre o paradeiro de Carlos Daniel. Estephanie já percebeu que Willy não mudou em nada e chora desesperadamente sem saber o que fazer. Carlos Daniel telefona para Paulina, diz que a ama e que não consegue esquecê-la, mas ela se mantém firme, diz que ele deve esquecê-la e o aconselha a procurar uma mulher que possa amá-lo. Leda está de viagem marcada e Vovó Piedade acredita que ela vai se encontrar com Carlos Daniel. Sentido-se sozinho e abandonado, Carlos Daniel começa um romance com Isabel. Paola percebe que Elvira mudou muito e lhe oferece aumento de salário. Mais tarde, Paola ameaça matá-la caso ela se atreva a contar o que sabe aos Bracho. Willy continua no litoral levando uma vida de rei ao lado de Olívia. Osvaldo está se divorciando de Lurdes e pede a Paulina que lhe dê um emprego na fábrica. Paulina acredita em suas boas intenções e o contrata como gerente de vendas. Estephanie pede dinheiro a Paulina para enviar a Willy. Carlos Daniel pede Isabel em casamento. Isabel conversa seriamente com Carlos Daniel e tenta fazê-lo entender que só a está pedindo em casamento para tentar esquecer Paulina. Ela propõe que ele só volte a lhe falar em casamento quando estiver certo de seus sentimentos. Paulina conta a Rodrigo a proposta que fez a Paola para que ela dê o divórcio a Carlos Daniel, mas ele não concorda. Paulina conta a Rodrigo que Osvaldo foi seu namorado, mas não entra em detalhes. Willy está de volta e pressiona Estephanie para que lhe dê mais dinheiro. Paola, mais uma vez, suborna Lalinha para que ela consiga o endereço de Willy e Estephanie. Rodrigo conta para Vovó Piedade que o Dr. Edmundo pediu Paulina em casamento. Paola procura Willy e propõe que os dois se unam para destruir Paulina e a família Bracho. Enquanto isso, na fábrica, Estephanie demonstrando estar completamente dominada por Willy, discute violentamente com Rodrigo e Paulina ao colocar em dúvida a lisura com que eles estão comandando a auditoria que se realiza na empresa. A atitude de Estephanie deixa os Bracho muito preocupados pois eles acreditam que ela esteja mentalmente abalada. Leda vai ao encontro de Carlos Daniel e tem uma surpresa nada agradável ao encontrá-lo num restaurante jantando com Isabel. Cansada de fingir, Paola decide acabar com a farsa e aparece na sala andando normalmente. Dona Piedade, Patrícia e Adelina presenciam.

Capítulo 49, quinta-feira, 12 de janeiro
Revoltada com a farsa, dona Piedade expulsa Paola da mansão mas ela se nega a ir embora e lembra à Vovó que por lei, tem direito de viver na casa da família Bracho. Leda promete a Carlos Daniel que não contará nada a Paulina. Dr. Edmundo, determinado a conquistar Paulina, liga de Miami só para dizer que a ama. Dona Piedade conta a Rodrigo e Paulina que Paola não está paralítica e que tudo não passou de mais uma farsa. Paulina fica feliz com a notícia e não acredita que sua irmã estivesse mentindo. Leda, que não perde a chance de criar situações difíceis para os Bracho, conta a Paola que Carlos Daniel tem uma amante. Paola aparece na fábrica e diz a Rodrigo e Paulina que o adultério de Carlos Daniel vai complicar o divórcio. Paulina tenta resolver a situação oferecendo, mais uma vez, os quinhentos mil dólares. Paola chantageia a irmã e exige que ela lhe dê os dois milhões de dólares que recebeu de Douglas Maldonado. Mais tarde, Paola se encontra com Willy e propõe a ele que incendeiem a fábrica Bracho. Na mansão, Elvira decide desmascarar Paola e conta toda a verdade para Vovó Piedade, só não imagina que ela está ouvindo tudo. No dia seguinte, Elvira chega e diz a Paola que não quer mais ser sua enfermeira. Fingindo não saber de nada Paola sai com Elvira com a intenção de se vingar dela por sua traição, mas no caminho ela perde o controle do carro e sofre um terrível acidente. Convencida de que Carlos Daniel ama Paulina, Isabel decide por um ponto final no relacionamento. Os dois conversam seriamente e ela o faz ver que precisa enfrentar os seus problemas, lutar por seus objetivos e, principalmente, por seu amor. Carlos Daniel fica sabendo, através de seu irmão Rodrigo, que Paola esteve fingindo o tempo todo. Agora, mais do que nunca ele está disposto a enfrentar Paola e resolver de uma vez por todas a questão do divórcio. Enquanto Carlos Daniel inicia sua viagem de volta, Paulina recebe a notícia de que sua irmã sofreu um terrível acidente e que está internada em estado grave. Leda desiste de tentar conquistar Carlos Daniel e viaja para a Europa. Estephanie vibra ao saber que Paola está morrendo. No hospital, o médico previne Rodrigo para que a família se prepare para o pior, pois o estado de Paola é extremamente grave. Paulina se desespera ao ver a irmã entre a vida e a morte e se culpa por ter comprado o carro e não ter dado o dinheiro que ela exigiu. Carlos Daniel chega ao hospital e tenta fazer Paulina entender que não é culpada de nada. Ele diz que a morte de Paola significará a felicidade deles. Paulina, obcecada pela promessa que fez, diz a Carlos Daniel que caso sua irmã morra, o túmulo dela será uma barreira intransponível entre eles. Ao saber do acidente, Willy vê seus planos desmoronarem, mas garante à Estephanie que, sozinho, levará adiante o que ele e Paola haviam combinado para destruir os Bracho. Enquanto Willy procura um cúmplice para incendiar a fábrica, Paola, em seu delírio, fala que ela e Willy tinham planos para incendiar a fábrica Bracho. Paulina ouve tudo e talvez agora se convence do que sua irmã é capaz.

Capítulo 50, sexta-feira, 13 de janeiro
Willy faz Maurício tomar uma bebedeira e se aproveita da situação para convencê-lo a incendiar a fábrica Bracho. Desesperada com o estado de Paola, Paulina reza muito e promete a Deus que se ele salvar sua irmã ela se tornará freira. Embora seu estado seja muito grave, Paola está lúcida e, ao sentir que não terá muito tempo de vida, muda radicalmente seu comportamento, se arrepende de tudo que fez e pede a Paulina que se case com Carlos Daniel e o faça feliz. Enquanto isso, na mansão, a Vovó Piedade tenta convencer Carlos Daniel a perdoar Paola. No hospital Paola faz dois pedidos à Paulina: pede para se confessar e para ver Carlos Daniel, pois precisa lhe pedir perdão. Willy é visto por diversas vezes bebendo ao lado de Maurício. A notícia chega aos ouvidos de Carlos Daniel, que comenta com Rodrigo sua preocupação com Estephanie, pois teme que Willy lhe faça algum mal. Carlos Daniel decide ir ao hospital e ao ver Paola inconsciente diz a Paulina que a perdoa por tudo que ela fez de mal a ele e a sua família. Depois os dois conversam. Carlos Daniel toca mais uma vez no assunto casamento e Paulina promete que se sua irmã morrer eles voltarão a falar no assunto. A promessa de Paulina deixa Carlos Daniel cheio de esperanças, mas ela confessa para sua irmã que só prometeu para que ele não se recusasse a ouvi-la em seu leito de morte. Paola acorda e sente que a morte se aproxima. Ela está muito mudada, arrependida e, ao se lembrar do que havia combinado com Willy conta tudo para Paulina e pede a ela que o vigie e evite que chegue a incendiar a fábrica. Paola solicita a presença de um padre e volta a pedir à irmã que se case com Carlos Daniel. Willy chega em casa completamente bêbado e ainda traz o amigo Maurício. Estephanie acorda com o barulho, discute violentamente com ele e o expulsa de casa. Dr. Varela informa que Paola entrou em coma e que sua morte pode acontecer a qualquer momento. A notícia deixa Paulina desesperada e ela avisa imediatamente os Bracho. Carlos Daniel chega ao hospital acompanhado pela Vovó Piedade e, a pedido de Paulina, que acredita que sua irmã poderá ouví-lo, pede a ele que diga que a perdoa. Antes de morrer Paola é perdoada por Carlos Daniel e por toda a família Bracho. O velório, por determinação de Vovó Piedade, acontece na própria mansão. Dr. Edmundo comparece ao velório e consola Paulina sob o olhar ciumento de Carlos Daniel. Willy volta para casa e conta para Estephanie sobre a morte de Paola. Estephanie critica a família por realizar o velório na mansão, pois considera um ato hipócrita depois de tudo que Paola fez contra todos eles. Willy tenta uma reaproximação e Estephanie mais uma vez cai na conversa do marido. Agora que Paola está morta, Rodrigo acredita que Willy seja uma terrível ameaça contra os Bracho. Depois dos funerais, Paulina começa a pensar no que fará de sua vida e fica dividida entre duas possibilidades: sair do país ou casar-se com Dr. Edmundo, já que está determinada a não aceitar o pedido de casamento de Carlos Daniel. Pressionada por Willy, Estephanie procura Rodrigo e exige sua parte na herança dos Bracho. Carlos Daniel sabe que a lembrança de Paola continuará sendo um obstáculo entre ele e Paulina e é aconselhado pela avó a não pressioná-la. Enquanto isso, no hotel, Dr. Edmundo procura Paulina e os dois tem uma conversa muito importante. Paulina confessa que não o ama, mas diz que ele lhe faz falta e que pode ajudá-la a esquecer o Carlos Daniel. Edmundo aproveita a chance e a pede em casamento. Enquanto não recebe sua parte na herança, Estephanie pede um adiantamento de 200 mil dólares, mas ela não imagina o que a espera em sua casa. Ao chegar com o dinheiro, Willy exige que ela lhe dê tudo. Estephanie se nega a entregar e Willy pega o bebê e ameaça. Carlinhos, que continua no colégio interno, fica doente e é trazido para a mansão. Ao voltar para casa, ele chama insistentemente por Paulina. Paulina vai ver o menino e reencontra Carlos Daniel.