Haja Coração: Tancinha e Apolo descobrem que seus atuais namorados são os irmãos Beto e Tamara

Daniel Ortiz fará homenagem a fãs de Beto e Tancinha; saiba mais
Personagens citarão fãs em cena de Haja Coração

Haja Coração chega à semana do capítulo 100 com o tão esperado encontro dos casais Tancinha (Mariana Ximenes) e Beto (João Baldasserini) e Apolo (Malvino Salvador) e Tamara (Cleo Pires), cujas torcidas de fãs costumam chamar de #Betancinha e #Apomara na internet. Num jantar promovido por Penélope (Carolina Ferraz) para conhecer o genro e a nora, num sofisticado restaurante, os ex-noivos Tancinha e Apolo se veem e não acreditam em tamanha coincidência: seus atuais namorados são irmãos. A troca de farpas entre o quarteto acontece e, de fora, Penélope tenta descontrair o ambiente. Os olhares de Tancinha e Apolo se cruzam, e os irmãos Beto e Tamara controlam os ciúmes, tratando de cercar seus pares com afagos.

O cardápio chega e o ex-casal se espanta com tantas novidades. “Beto, confete de canário? Confete virou comida? E aqui se come canário?”, espanta-se a feirante quando o namorado lhe sugere Confit de Canard. A piloto ri maliciosamente e explica. “Imagina, linda, você não é obrigada a falar francês. Confit de Canard é coxa e sobrecoxa de pato confitada”. Assim como Tancinha, Apolo estranha a sugestão do prato. “Pato com fritada? Mas fritada de quê?” É a vez de o publicitário rir debochado. Apolo se irrita e o ex-casal pergunta ao garçom se não há sugestões mais simples. Neste momento, eles se recordam de situações que viveram juntos, riem com as lembranças, deixando a família Velásquez de fora da conversa. Num acesso de fúria, Beto e Tamara deixam o restaurante. Penélope se desculpa pela falta de educação dos filhos e os segue. Os ex-noivos, então, ficam no restaurante e se aproximam, o que aumenta as chances de uma reconciliação.

Nos bastidores, os atores conversam sobre as torcidas pelos casais e, principalmente, sobre o amadurecimento dos personagens. João defende Beto, dizendo que o publicitário tornou-se mais humano ao descobrir um sentimento puro. “No início da novela, Beto era um farrista, fugia de relacionamentos, mas tudo mudou quando conheceu Tancinha e descobriu-se apaixonado. Ele errou ao armar para ficarem juntos, mas quer revelar tudo e viver um amor sem culpa. Na minha opinião, o final ideal é que Beto e Tancinha fiquem juntos, ele amigo do Apolo e todos felizes”, confessa. Questionada sobre sua torcida, Mariana brinca com o bordão “Má me tô dividinha!”. “São duas torcidas bem fortes e, assim como Tancinha, estou indecisa. O amor pelo Apolo foi construído ainda na infância, muito idealizado, e agora ela tem a oportunidade de viver outra experiência, de nutrir um sentimento forte pelo Beto. Porém, as semelhanças entre Tancinha e Apolo os aproximam. Eu os vejo muito honestos e verdadeiros e percebo que o público aprecia estas qualidades”.


Tal qual o irmão que se descobre apaixonado pela moça simples, Tamara conheceu o amor com o piloto “casca grossa” e, impulsiva, quer vivê-lo intensamente, sem a sombra da feirante. “Ela se apaixonou pelo Apolo e não quer perdê-lo. Ele a impulsiona e a ajuda a lidar com seus problemas, da mesma forma que ela apresenta ao Apolo um mundo novo e a oportunidade de se relacionar com uma mulher cheia de atitude”, opina Cleo.

Dos quatro personagens, Apolo é o mais cauteloso em viver um novo amor. Ele conheceu a piloto num momento confuso de sua vida, viu o desejo de ascensão profissional se realizar, ao mesmo tempo em que ruiu o sonho de casamento com o seu grande amor . Ele acredita que sua felicidade está ao lado da ex-noiva, ainda sofre com a perda. No entanto, Tamara o instiga. “Tamara chega para desorganizar o Apolo. Com toda a sua atitude, ela desperta interesse, curiosidade, mas ele também não esconde o que sente pela Tancinha. Na cabeça dele, não houve traição, por isso ele quer reconquistá-la. São sentimentos diferentes. Enquanto com a Tamara é algo mais carnal, com a Tancinha é um amor sincero, inocente”, reflete Malvino, que deixa as dúvidas de seu personagem serem solucionadas pelo autor Daniel Ortiz: “Com certeza, ele saberá o que fazer.” Com a palavra, o autor: “Não faço a mínima ideia acerca dos desfechos dos casais. Tanto #Betancinha quanto #Apomara e #Aponcinha têm liga. Ainda tenho alguns dias para definir os pares e me divirto acompanhando essas torcidas.”

As cenas estão previstas para irem a partir de terça-feira, dia 27. Haja Coração é uma novela de Daniel Ortiz com direção artística de Fred Mayrink e direção de Alexandre Klemplerer, Allan Fiterman, Bia Coelho, Luciano Sabino e Teresa Lampreia.